Governo federal entrega primeiro dessalinizador no município de Brejinho, no Rio Grande do Norte - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

domingo, 24 de julho de 2022

Governo federal entrega primeiro dessalinizador no município de Brejinho, no Rio Grande do Norte



O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), entregou, em 1 de julho, na comunidade do Barbaço, em Brejinho, no Rio Grande do Norte, o primeiro dos 426 novos dessalinizadores que serão implantados na região semiárida do Brasil ainda em 2022.

O sistema entregue na cidade potiguar faz parte do Programa Água Doce e vai atender cerca de 250 pessoas com água de qualidade para consumo humano. No Rio Grande do Norte, o planejamento é entregar 67 sistemas até o fim deste ano.

Os dessalinizadores permitem o aproveitamento sustentável de poços abandonados no semiárido brasileiro em razão das águas subterrâneas salobras e salinas. Após o processo de dessalinização, a água se torna potável.

Wilson Melo, diretor do Departamento de Recursos Hídricos e Revitalização de Bacias Hidrográficas do Ministério do Desenvolvimento Regional, destacou a importância dos sistemas de abastecimento de água para as comunidades beneficiadas. “São comuns na região semiárida apresentarem altos índices de salinidade, águas salobras que geralmente têm impacto negativo para a saúde caso venha a ser consumida. Então, com esses sistemas implantados se tem a garantia de fornecer água de altíssima qualidade”.

Presente à inauguração do sistema, o ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, destacou a estratégia para aumentar a segurança hídrica no país. “O novo marco do saneamento se propôs a olhar isso de cima e resolver o problema de 35 milhões de pessoas que não têm água. E fixa a meta de em 2033, 99% das pessoas terem água tratada nas suas torneiras”.

Líder da comunidade de Barbaço, João Maria Lima também comemorou a instalação do sistema. “Esperava há muito tempo por isso, pois aqui só tem água salgada, salobra e agora teremos água doce, vai ser bom demais. Estamos todos muito animados”.

Esse foi primeiro sistema de dessalinização entregue da fase II do Programa Água Doce, que tem como diferença da fase I o fato de os contratos com as empresas prestadoras de serviço serem feitos diretamente pelo MDR, aumentando assim o controle por parte do Governo Federal da execução e da fiscalização dos acordos com cada município. Na fase I, os recursos eram repassados aos municípios, que eram os responsáveis por licitar, fazer o controle e fiscalizar as ações.

Fonte: TV Futuro; Gazeta do Norte
Foto: divulgaç

Nenhum comentário:

Postar um comentário