Segunda noite do Arraial de Todos os Santos recebe cerca de 10 mil visitantes - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

domingo, 19 de junho de 2022

Segunda noite do Arraial de Todos os Santos recebe cerca de 10 mil visitantes


Boi de Máscara Tinga foi uma das atrações que arrebatou a multidão ao lado dos grupos juninos


A segunda noite do Arraial de Todos os Santos 2022 foi repleta de dança, alegria e tradição. Cerca de 10 mil pessoas visitaram a sede da Fundação Cultural do Pará, no sábado passado (18), em Belém, para acompanhar os espetáculos juninos.

Desta vez, apresentaram-se na Praça do Povo as quadrilhas Sensação Junina de Soure, Sensação Cabra da Peste, Os Cangaceiros, Revelação Junina de Abaetetuba, entre outras. Já a Praça do Artista recebeu diversas atrações, como o Boi de Máscara Tinga, o grupo de carimbó Cobra Venenosa e o grupo de toada Terra Cabocla.

Márcio Sensa, presidente do grupo Sensação Junina de Soure, conta que retornar ao Arraial da FCP tem sido um período de alegria e superação para a quadrilha. “Está sendo um momento de felicidade porque ficamos dois anos afastados, praticamente, dessa movimentação com o público, desse contato humano. É muito bom pra gente voltar a fazer aquilo que fazíamos antes”, relata

A professora Iana Rocha veio da Ilha de Marajó para conferir a apresentação da Sensação Junina de Soure, grupo pelo qual está torcendo. Iana acredita que o Arraial da Fundação é um meio de preservar a cultura do estado.

“Esse arraial dá essa oportunidade com que não só o paraense, mas pessoas de outros lugares conheçam um pouco da nossa cultura, um pedacinho do que é o nosso Pará”, diz a visitante.

Tarcísio Ribeiro, integrante da Sensação Cabra da Peste, de Ananindeua, revela que participa das apresentações da quadrilha há 10 anos. Para o brincante, dançar no Arraial de Todos os Santos é um momento único. “Eu amo estar no São João, assim como todo o meu grupo, e é uma satisfação poder abrilhantar o terreiro mais uma noite para esse público prestigiar”, conta.

Um dos destaques da segunda noite de programação foi a apresentação do Boi de Máscara Tinga. O grupo sacudiu o público com uma entrada diferente, os brincantes saíram em cortejo desde o Teatro Margarida Schivasappa até a Praça do Artista.

Lucival Zeferino, coordenador do Boi de Máscara Tinga, diz que o grupo folclórico irá completar 85 anos no dia 23 de junho. Este ano, 40 brincantes se apresentaram no Centur. Segundo Lucival, a apresentação da noite foi um marco para o grupo que vem do município de São Caetano de Odivelas, no nordeste do Pará.

“Hoje foi uma uma volta totalmente diferente que a gente não esperava. Por exemplo, na nossa entrada aqui nunca a gente imaginou que o povo ia ficar aguardando e torcendo pra gente entrar”, afirma Lucival.

O Arraial de Todos os Santos segue até o dia 03 de julho, com diversas atrações juninas nos espaços da Fundação Cultural do Pará.

Texto: Kalylle Isse/Ascom FCP

Nenhum comentário:

Postar um comentário