Inverno no Brasil que aquece o turismo - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

terça-feira, 21 de junho de 2022

Inverno no Brasil que aquece o turismo


Cidades que têm temperaturas mais baixas são atrações para visitantes aproveitarem a estação fria do ano

Domingos Martins (ES)

Está oficialmente aberta a temporada de retirar os agasalhos do guarda-roupas, vesti-los e pegar a estrada ou voo rumo aos destinos friozinhos do Brasil. Com temperaturas baixas – e alta procura por turismo nas cidades mais geladas – o inverno começa oficialmente no Brasil nesta terça-feira (21) e vem aquecer a economia de cidades que viram atrativos no frio. A temporada é momento ideal para fazer viajar, pois a época coincide com as férias escolares, sendo propício para vivenciar um descanso em família.

Dados do site de viagens Decolar apontam que as buscas por hospedagens para locais com clima de inverno cresceram 25% apenas na primeira quinzena de maio deste ano, em relação ao mesmo período de abril. Entre os destinos mais procurados estão Gramado (RS), Campos do Jordão (SP) e Foz do Iguaçu (PR). A lista traz, ainda, Monte Verde (MG), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Teresópolis (RJ) e Petrópolis (RJ).

Além desses locais, o Brasil possui diversos outros destinos para curtir o clima, a gastronomia e o aconchego da estação gelada. “O Brasil é um país de dimensão continental e esse fator favorece o nosso turismo, pois possibilita ao viajante conhecer os destinos de norte a sul, em todas as épocas do ano. Aproveitar paisagens naturais, os sabores, a tranquilidade e as belezas dos municípios que ficam mais frios nessa época fazem com que os turistas vivenciem experiências únicas”, explica o ministro do Turismo, Carlos Brito.

Nas cidades de São Joaquim e Urupema, em Santa Catarina, o frio é tão intenso que o turista não precisa sair do Brasil para conhecer a neve. São Joaquim está situada a 1.300 metros de altitude e nessa época do ano, quando a temperatura fica mais amena, caem também os floquinhos de neve. No município é possível apreciar o clima ao ar livre, visitando pomares de maçãs e passeando pelas diversas vinícolas da região.

Já Urupema é conhecida como a Capital Nacional do Frio. A cidade por si só já é um atrativo no inverno e fica ainda mais especial quando o turista conhece a “cascata que congela”, localizada no Morro das Torres, um dos pontos mais altos da região. Em decorrência do frio intenso, as águas da cachoeira chegam a congelar e formam estalactites que encantam os visitantes.

No Sudeste do país está Domingos Martins, localizada no Espírito Santo. Charmosa e aconchegante, a cidade é perfeita para viver um amor em tempo frio, pois já foi eleita a capital romântica do país. Com paisagens montanhosas, ar puro e clima ameno, o município é uma boa opção para quem quer provar deliciosos queijos, cafés e licores. Além disso, entre os meses de junho e julho, os visitantes podem desfrutar dos tradicionais festivais de vinho e de inverno.

Mais acima do mapa estão as cidades do Nordeste conhecidas por serem destinos inusitadamente frios. Guaramiranga, no Ceará, e Gravatá, em Pernambuco, aquecem o turismo da região não com sol e mar, mas com cachecol, luvas e uma bebida bem quentinha.

Guaramiranga é considerada a “suíça cearense” e mantém temperaturas mais baixas durante o inverno. O município é conhecido pela variedade de flores e pela preservação ambiental, além das características históricas em seus monumentos e construções arquitetônicas, deixando um clima ainda mais intimista – a cara do inverno – no ar.

Já Gravatá, em pleno agreste pernambucano, faz parte do Circuito do Frio do estado e atrai turistas pela gastronomia típica da época, com vinhos, queijos e chocolates. O folclore regional também é lembrado em Gravatá e pode ser visto na produção de móveis rústicos e pequenos objetos de decoração, fator que contribui para deixar o ambiente mais aconchegante.

Por Nayara Oliveira/Mtur

Crédito Fernando Madeira




Nenhum comentário:

Postar um comentário