Orquestra do Theatro da Paz homenageou as mães em Castanhal - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

segunda-feira, 9 de maio de 2022

Orquestra do Theatro da Paz homenageou as mães em Castanhal


Concerto sinfônico foi realizado no auditório da Catedral de Castanha na noite deste domingo (8)

Público lotou o auditório da Catedral de Castanhal para assistir a Orquestra Sinfônica do Theatro da PazMais de 600 pessoas compareceram ao auditório da Catedral de Castanhal, na Paróquia Santa Maria Mãe de Deus, para prestigiar a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP), que homenageou, na noite deste domingo (8), Dia das Mães, todas as mães da Cidade Modelo em um concerto com grandes clássicos da música erudita. A ação foi uma inciativa do Governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), Theatro da Paz e Academia Paraense de Música (APM), em parceria com a diocese de Castanhal.

O concerto regido pelo maestro titular da OSTP, Miguel Campos, teve um programa bem típico de uma orquestra sinfônica quando sai em turnê. Com repertório de caráter festivo, foi composto por várias peças curtas de autores oriundos da Espanha, República Tcheca, França, Rússia e Itália, além de aberturas de óperas já bem conhecidas.

O público, atento e emocionado, não desviava o olhar do palco, como foi o caso de dona Iracely Alves, de 55 anos. "Só tenho a agradecer por essa homenagem linda. Nós, mães, somos lembradas tão pouco e sermos presenteadas com algo tão precioso e raro como essa orquestra, que é um orgulho dos paraenses, é uma honra", pontuou.

Durante o concerto, o maestro ofereceu uma peça especial para todas as mães presentes. A música é do compositor checo Antonín Dvorak, que a escreveu com um nome muito sugestivo: "As canções que a minha mãe me ensinou". Para o maestro Miguel, quando a OSTP percorre o Estado levando música para as pessoas, ela está cumprindo sua função principal de oferecer às pessoas a oportunidade de viajar por sonoridades que trazem o sabor de diversos lugares do mundo e assim formar plateia.

"Este é um momento muito especial para todos nós, pois a presença de vocês aqui nesta noite dá sentido para esta orquestra existir. Ela existe por vocês e para vocês e foi uma enorme satisfação fazer o que amamos fazer para um público tão receptivo", declarou Miguel Campos.

A organização da noite foi feita pelos membros da Catedral, mobilizados pelo Padre Marcos, que demonstrou a alegria de receber a OSTP. Ele também vê na música funções pedagógicas e um instrumento de evangelização. "Foi uma noite primorosa. Nós, da paróquia Santa Maria Mãe de Deus, estamos muito gratos por esta oportunidade, porque entendemos que a palavra de Deus é passada de diversas formas por meio do Evangelho, mas também utilizando as ferramentas de cultura desenvolvidas pelos homens. E a música é uma possibilidade fantástica de encontrar e contemplar as coisas belas que nos ajudam a olhar mais para o céu. Gratidão!", declarou.

Para o secretário de Estado de Cultura, Bruno Chagas, o intuito da ação é possibilitar a disseminação da música erudita por todo o Pará, por meio de políticas públicas que fomentam a cultura paraense e contribuem para a formação de público especializado. "Ir a todos os cantos do Estado do Pará é um dos objetivos desta gestão que, desde 2019, vem atuando fortemente na interiorização e no acesso à cultura e às políticas públicas em todos os municípios. A OSTP fez uma apresentação belíssima em Castanhal, já realizamos outra similar em Vigia e seguiremos atuando por muitos outros espaços. A Secretaria agradece à população de Castanhal e muito se orgulha de ter realizado um evento grandioso como esse na Cidade Modelo", declarou.

*Texto com informações de Úrsula Pereira / Ascom Theatro da Paz


Nenhum comentário:

Postar um comentário