Operação Impacto apreende cerca de 150 Kg de entorpecentes em Cametá - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

sexta-feira, 20 de maio de 2022

Operação Impacto apreende cerca de 150 Kg de entorpecentes em Cametá



A droga avaliada em R$ 3 milhões, estava distribuída em tabletes e escondida em baixo de um trapiche no Rio Tocantins

Cento e cinquenta tabletes de entorpecentes, do tipo cocaína, avaliados em cerca de 3 milhões de reais, foram apreendidos, na manhã desta sexta-feira (20), durante uma das ações da "Operação Impacto", por equipes do Grupamento Fluvial de Segurança Pública e Polícias Militar e Civil, na Ilha de Mendaruçu, em Cametá, região integrada do Baixo Tocantins.

A droga, distribuída em tabletes, estava escondida em baixo de um trapiche, submersa no Rio Tocantins. As diligências até a região foram realizadas, de forma imediata, após denúncia anônima, o que possibilitou a localização do material.

O material apreendido foi encaminhado à capital, Belém, e apresentado na Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil, onde será periciada por uma equipe da Polícia Científica do Pará. Um inquérito policial será instaurado para dar continuidade às investigações, inclusive, para identificar os proprietários e o destino da droga apreendida.

"Esse é mais um resultado da Operação Impacto, que segue com ações ininterruptas, para combater qualquer ação criminosa em nosso estado. Estamos empenhados em atuar em todas as regiões, com foco na inteligência e integração, a partir de todos os investimentos realizados, garantindo assim, grandes apreensões e também a desarticulação de grupos criminosos", pontuou o Secretário de Segurança Pública, Ualame Machado.

Os investimentos feitos na inteligência e integração das forças tem contribuído para que o combate ao tráfico de drogas seja intensificado em todas as regiões do estado, garantindo com que grupos criminosos sejam desarticulados e as apreensões sejam exitosas.

"Continuamos investindo no que há de mais moderno na inteligência policial e na troca de informações, o que tem garantido com que nossas equipes identifiquem organizações criminosas, especialmente as que atuam no tráfico de drogas. Portanto, essa é uma ação muito importante para o estado onde cerca de 3 milhões de reais em entorpecentes são retirados da rota de criminosos, sendo uma das maiores apreensões deste ano. Ressaltamos que continuaremos trabalhando para que o tráfico de drogas sejam combatido, assim como todas as outras ações criminosas exercidas por meio dele. Reiteramos, mais uma vez, que o Estado não vai recuar", afirmou o titular da Segup.

Além do trabalho preventivo e de inteligência realizado pelos órgãos do Sistema de Segurança Pública (Sieds) a contribuição da população é essencial para que a Polícia continue alcançando todas as regiões e combatendo à criminalidade.

"Desde que recebemos uma denúncia, iniciamos o levantamento dessa situação e ontem deslocamos até a ilha. Após averiguações no local, conseguimos localizar a grande quantidade de entorpecentes escondida em baixo d'água, que pelo número talvez abasteça toda a região de Cametá e até Belém. Com essa apreensão avaliada em cerca de 3 milhões de reais, gera um grande baque pro tráfico de drogas em nosso estado. Reforço aqui que o trabalho de inteligência é sempre fundamental, mas a parceria do cidadão de bem é mais ainda. Nunca íamos conseguir chegar até esse local se não tivesse uma informação exata, portanto precisamos que a população continue contribuindo com o nosso trabalho", concluiu o coronel PM Kleverton Firmino, que coordenou a ação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário