Jornalista Antônio José Soares morre em seu apartamento - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

domingo, 8 de maio de 2022

Jornalista Antônio José Soares morre em seu apartamento




Vítima de um acidente vascular cerebral - AVC, morreu, na madrugada deste domingo, 08, o Jornalista, escritor e professor Antônio José Soares, 71 anos, em seu apartamento no Edifício Manoel Pinto da Silva,  no bairro de Batista Campos, área nobre de Belém. O corpo do renomado profissional de imprensa está sendo velado na capela 02 da Max Domini, na Avenida José Bonifácio, no Guamá,  de onde sairá o cortejo fúnebre ãs 14h de amanhã,  segunda-feira, 09.
Antônio José foi diretor de redação de A Província do Pará, mas tinha passagens por todas as redações de jornais do Pará e também como correspondente de agências de notícias. Ele também foi presidente do Sindicato dos Jornalistas do Estado do Pará - Sinjor e acumulava uma coleção de prêmios por sua atuação de mais de 50 anos no jornalismo.

REPERCUSSÃO

Em nota a Associação Internacional dos Jornalistas da Amazônia - AIJAM lamentou a morte de Antônio José:
"A Associação Internacional dos Jornalistas da Amazônia  - AIJAM informa com muita dor a confirmação, por familiares, do brusco falecimento do Jornalista, professor e escritor Antônio José Soares, ocorrido na madrugada deste domingo, 08, em seu apartamento no Edifício Manoel Pinto da Silva,  no bairro de Batista Campos, área nobre de Belém.
Antônio José foi diretor de redação de A Província do Pará, mas tinha passagens por todas as redações de jornais do Pará e também como correspondente de agências de notícias.
Ele era parceiro, amigo e confrade da AIJAM e exerceu o cargo de Presidente do Sindicato dos Jornalistas do Estado do Pará - Sinjor, além de ter recebido inúmeros prêmios por sua atuação profissional". A nota é assinada pelo presidente da AIJAM,  jornalista João Freitas.

GRUPO MARAJOARA
O ex-governador Carlos Santos e sua esposa Aline Santos lamentaram a perda de Antônio José Soares. O Grupo se solidariza com a família do jornalista Antônio José. Temos certeza que ele deixa uma lacuna grande na imprensa do Pará e de todo o Brasil pelo muito que fez em mais de 50 anos de profissionalismo", disseram os diretores de A PROVÍNCIA DO PARÁ, onde o jornalista exerceu o cargo de diretor de redação por duas ocasiões distintas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário