Ideflor-Bio realiza soltura de 2.500 quelônios na Área Proteção Ambiental (APA) Araguaia - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

domingo, 29 de maio de 2022

Ideflor-Bio realiza soltura de 2.500 quelônios na Área Proteção Ambiental (APA) Araguaia



O Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-Bio), por meio da Gerência da Região Administrativa do Araguaia (GRA) em parceria com o Instituto Ambiental Xambioá do Tocantins (IAX), realizou a soltura de 2.500 filhotes de quelônios, na sexta-feira (27), na Área de Proteção Ambiental (APA) Araguaia, no município de São Geraldo do Araguaia, no sudeste paraense.

Entre as espécies que foram soltas estão 2 mil tartarugas da Amazônia (Podocnemis expansa) e 500 tracajás (Podocnemis unifilis). O Ideflor-Bio é parceiro do projeto e atua com ações de manejo, monitoramento e acompanhamento técnico no período reprodutivo das espécies de quelônios da região.

A ação ocorreu em três localidades ribeirinhas às margens do Rio Araguaia, e contou com a participação dos estudantes e comunitários da Vila Ilha de Campo, Vila Santa Cruz dos Martírios. A primeira soltura aconteceu na frente da propriedade do senhor Alípio Murici, responsável pelo Projeto dos Quelônios do Araguaia.

Na Vila Ilha de Campo, a ação contou a participação de estudantes da Vila Sucuri, além da soltura das espécies, que participaram de palestras ministradas por técnicos do (Ideflor-Bio), que abordaram sobre a importância da preservação das espécies para a manutenção da biodiversidade; a temporada reprodutiva dos quelônios do Araguaia, e sobre a importância de cada indivíduo para o equilíbrio da biodiversidade e preservação do Rio Araguaia.

A gerente da Região Administrativa do Araguaia (GRA), Laís Mercedes, reforçou que a atividade junto aos alunos da comunidade visa a sensibilização e conscientização, mostrando a eles que a preservação do meio ambiente deve ser um compromisso de todos.

A presidente do IDEFLOR-Bio, Karla Bengtson, reforça que o Instituto realiza ações em parceria, por meio de programas e projetos, voltados à preservação e conservação da biodiversidade. O trabalho do Instituto passa pela fiscalização, acompanhamento das matrizes, proteção das áreas de postura dos ovos, evitando a ação de predadores naturais, e a realização de ações de educação ambiental junto às comunidades da (APA)." "Nossa missão enquanto Instituto é garantir o período reprodutivo das espécies", disse a Presidente.

As atividades nas áreas de reprodução das espécies são monitoradas pelo biólogo do Ideflor-Bio, Wagner Bastos, que reforça a importância da ação para a preservação das espécies e manutenção do ecossistema. "Acompanhamos todo o processo desde a postura dos ovos , eclosão, monitoramento dos filhotes, que são levados até o berçário, onde permanecem até atingirem o tamanho e peso ideais para que, posteriormente, sejam soltos", disse o biólogo.

APA Araguaia - Situada no município de São Geraldo do Araguaia, a APA Araguaia é uma Unidade de Conservação da Natureza Estadual, classificada na categoria de Uso Sustentável. Foi criada pela Lei Estadual nº. 5.983, de 25 de julho de 1996. Possui uma área com forma de um polígono irregular de 29.655,39 ha.


Nenhum comentário:

Postar um comentário