Assalto! Autorizado reajuste de 53,98% nas tarifas de água no município de Belém. - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

quarta-feira, 4 de maio de 2022

Assalto! Autorizado reajuste de 53,98% nas tarifas de água no município de Belém.


A Agência Reguladora de Belém -Arbel, órgão da Prefeitura Municipal de Belém, que é administrada pelo prefeito do PSOL, Edmilson Rodrigues, autorizou reajuste de 53,98% nas tarifas de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário para o município de Belém, após a Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) apontar uma defasagem no valor da tarifa de 92,07%. A informação foi divulgada por um site de notícias rápidas de Belém que, na manhã desta quarta-feira, já colocou uma nota do alcaide dizendo que a história não é bem assim. Seja lá como for, nunca um reajuste salarial alcançou tamanho patamar e, assim, o usuário do sistema de abastecimento vai ter de cortar muita coisa para poder usar a água a torneira.
De acordo com a Arbel, no aumento estão incluídos 41,40% na revisão tarifária periódica e reajuste anual tarifário de 12,58%, já que nos anos de 2020 e 2021 o aumento não ocorreu. Entre quem consome de 0 a 10 metros cúbicos mensais, parcela de clientes que é a maioria na capital paraense, o reajuste médio deve ser de R6,10.
Dessa forma,  o metro cúbico (mil litros) da água na capital paraense salta de R$2,94 para R$3,50 e, até o final de 2023, o metro cúbico em Belém deve chegar a R$4,53 para quem consome até 10 metros cúbicos. Para estabelecimentos comerciais, quem consome até 10 m³ pagará R$11,67 a partir do próximo mês e, ao fim do ciclo, chegará a R$13,54
O aumento será escalonado, com aumentos a cada semestre da seguinte forma: a primeira parcela de 20,66%, segunda parcela de 10,00%, terceira parcela de 8,50% e a quarta parcela de 6,93%, totalizando um reajuste escalonado de 46,06%. A Cosanpa poderá aplicar os novos valores a partir do dia 28 de maio, quando a publicação da resolução normativa no Diário Oficial do Município completa 30 dias.
Em nota, a Prefeitura de Belém informa "que não é responsável pelo aumento de 54% nas tarifas de água e esgoto aplicadas pela Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa)" e que o aumento foi recomendado Agência Reguladora de Belém (Arbel) e que a autarquia tem personalidade jurídica independente do executivo municipal e portanto, agiria de forma autônoma, sem ingerências.
“O aumento foi recomendado pela Arbel que possui personalidade jurídica independente e atua de forma autônoma sem que o Executivo Municipal tenha ingerência sobre a pauta colocada. E explica, ainda, que cabe à Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) a decisão final sobre aumento da tarifa”, diz trecho da nota.
No último sábado (30), uma nota no site oficial da prefeitura de Belém informava sobre a autorização no reajuste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário