Apresentado na FITA 2022, evento do Maranhão já arrecadou 600 mil reais em três edições - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

domingo, 8 de maio de 2022

Apresentado na FITA 2022, evento do Maranhão já arrecadou 600 mil reais em três edições


Participantes também conheceram o processo de digitalização da hotelaria brasileira, impulsionado durante a pandemia de covid-19 no País

Mais de 600 mil reais levantados em 3 edições do São João da Thay, em São Luís, no Maranhão, que conecta o potencial de turismo do estado vizinho na Amazônia Legal ao grande público, através das redes sociais e também com artistas de renome nacional. Esse é o trabalho hoje realizado por Thaynara OG, abreviação do sobrenome Oliveira Gomes, que desde cedo tinha o sonho de se tornar defensora pública para ajudar o maior número possível de pessoas e se engajava com causas sociais. Anos depois, vieram os seguidores pelo Snapchat e Thaynara se tornou uma influenciadora com 5 milhões de fãs só no Instagram.

"Eu queria fazer algo para o meu estado, o Maranhão, e tinha na cabeça a ideia de fazer um jantar para algumas pessoas para arrecadar dinheiro para alguma instituição. Conversei sobre a ideia com a Preta Gil, uma das minhas madrinhas do evento hoje em dia, e ela que deu a ideia de fazer algo maior e disse que poderia cantar na festa também para chamarmos mais gente", conta Thaynara, que foi grande atração da palestra-show do terceiro dia da Feira Internacional de Turismo da Amazônia (FITA), neste sábado (07), na Estação das Docas.

O desejo de ajudar as pessoas hoje se materializa no São João da Thay, uma festa beneficente realizada em São Luís. A última edição, em 2019, reuniu público de 4 mil pessoas e 16 atrações, revertendo R$ 217 mil da venda de ingressos para o Unicef Brasil (Fundo das Nações Unidas para a Infância). No ano seguinte, Thaynara se tornou embaixadora da organização. A influenciadora maranhense se envolveu com trabalhos sociais e a vontade de divulgar o seu estado para todo o país.

"O que aconteceu comigo foi tão de repente, tão transformador, que me vejo como instrumento para ajudar a transformar a vida de outras pessoas. Eu não gostava de ligar a TV e ver o Maranhão associado a notícias ruins, me incomodava muito. Meu objetivo hoje, com a influência que eu tenho e a grandiosidade desse projeto, é desmistificar essas coisas e mostrar um Maranhão diferente, mostrando uma cultura rica como essa, lugares incríveis com belezas naturais únicas, você começa a ver as pessoas respeitando o Maranhão", conclui a influenciadora.

Hoje o São João da Thay se conecta com o turismo promovendo São Luís e os Lençóis Maranhenses, gerando um grande impacto e desejo de consumo nas redes sociais, fomentando o setor turístico e o mercado local.

Tendências - Durante a tarde, a FITA também promoveu o painel "Novas Tendências do Turismo" com mediação de Edna Rocha, presidente da Associação Brasileira dos Agentes de Viagens (ABAV-Pará) e a participação dos executivos do setor Marcelo Xavier (Flytour), César Nunes (Átrio) e Lucas Frade (Azul). O representante da companhia aérea abriu falando da recuperação do setor: "A Azul atingiu 150 destinos no Brasil. Isso é acreditar no Brasil, é acreditar no Turismo, acreditar no destino, acreditar na rede hoteleira, acreditar no agente de viagem, acreditar na operadora. Já é um recorde no Brasil. O objetivo é chegar a 200 destinos até o fim do ano", comentou Lucas Frade sobre as oportunidades oferecidas ao mercado na retomada.

"A pandemia acelerou o processo de digitalização hoteleira", afirmou César Nunes do grupo Átrio Hotéis. "Na pandemia, aproveitamos pra abrir projetos engavetados e abrimos duas startups. Voltamos a crescer, 78% dos funcionários demitidos na pandemia foram recontratados. Avançamos no uso de tecnologias e automatização de processos. Trabalhamos no conceito de hotel eletrônico, com uma nova ênfase em sustentabilidade", finalizou César.

Texto da Ascom Setur

Nenhum comentário:

Postar um comentário