Amazônia Jazz Band apresenta sons e ritmos variados no Theatro da Paz - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

quarta-feira, 18 de maio de 2022

Amazônia Jazz Band apresenta sons e ritmos variados no Theatro da Paz


Concerto é nesta quinta-feira, realizado pelo Governo do Pará, por meio da Secult, Theatro da Paz e Academia Paraense de Música

Apresentação inédita da Amazônia Jazz Band (AJB) será às 20h, desta quinta-feira (19), no Theatro da PazUma viagem musical. Essa é a proposta da consagrada Amazônia Jazz Band (AJB) para o concerto inédito desta quinta-feira (19), às 20h, no palco do Theatro da Paz e que promete surpreender até o público que já acompanha a big band. A iniciativa é do Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), Theatro da Paz e Academia Paraense de Música (APM).

De acordo com o maestro Eduardo Lima, a qualidade técnica dos músicos da Amazônia Jazz Band é tão grande, que é possível trabalhar com músicas que possuem muita dificuldade e esse desafio motiva ainda mais o conjunto.

"É uma honra ter músicos tão bons e grandes arranjadores. Como maestro, as possibilidades são diversas e, sendo a AJB eclética e versátil, nosso exercício constante é valorizar a nossa cultura por meio do jazz. Moramos na Amazônia, que possui uma vantagem natural por ser formada por diferentes ritmos e sons, e isso já nos lança na frente para criar possibilidades únicas, fundindo coisas que lá fora eles não têm. Essa nossa vantagem está impressa nos nossos músicos", disse o maestro Eduardo Lima.

O maestro Eduardo Lima em ação com os músicos da consagrada Amazônia Jazz BandAinda para o maestro, o público pode esperar um pouco de cada ritmo, do samba ao jazz, e mantendo a tradição proposta que é envolver o público com inovação, mas sempre surpreendendo com um pouco do que eles querem ouvir.

Maestro paraense Eduardo Lima
Eduardo Lima, paraense, define a música como sua vida. Neto de trompetista, a música sempre esteve presente em seu lar. Aos 11 anos de idade, seus pais, percebendo o interesse pela música, convidaram um saxofonista para mostrar ao filho o quão fascinante era aquele instrumento musical. Ali começou sua história com a música. Logo iniciou os estudos no saxofone com os professores Paulo Levy e Jesus Martins. Posteriormente, ingressou na 'Banda Jovem' do Conservatório Carlos Gomes, ali aprimorando a prática musical em grupo.

Em 2001, tornou-se Bacharel em Educação Artística - Habilitação em Música, pela Universidade do Estado do Pará. Por 12 anos foi Regente Titular da Banda de Música da Guarda Municipal de Belém, tendo exercido, também, a função de professor substituto de saxofone na Escola de Música da Universidade Federal do Pará, realizando à docência na educação básica e profissional, além da participação em projeto de interiorização ministrando Cursos Técnicos de Instrumentista de Orquestra e de Instrumentista de Banda em Municípios paraenses.

É integrante da Amazônia Jazz Band (AJB) como saxofonista e flautista há 24 anos, tendo também exercido nos últimos cinco anos a função de Maestro-Auxiliar da AJB.
Ao longo dos 28 anos de carreira gravou CD solo intitulado 'Sopros da Amazônia', trazendo ao cenário da música instrumental diversos clássicos da música popular paraense, além de participação em shows e gravação de CD's e DVD's de diversos artistas.

Programa:
LATIN IMPORT
John Fedchock

SUPERSTITION
Stevie Wonder
(Arr. Paul Murtha)

MUEVA LOS HUESOS
Gordon Goodwin

SNAKES
Marcus Miller
(Arr. Mark Taylor)

TANK!
Yoko Kanno
(Arr. Eric Dannewitz)

MINHA TERRA
Waldemar Henrique
(Arr. Tynnoco Costa)

THE JAZZ POLICE
Gordon Goodwin

COUNT BUBBA
Gordon Goodwin

CUMBIA, MERENGUE E ETC...
(Chorando Se Foi - Banda Kaoma; Sem Você Nada É Bonito - Pinduca; 12 Horas Sem Te Ver - Pinduca; Cuisse La - Les Aiglons; Solo de Craque - Aldo Sena; Rencontre - Eric Brou)
(Arr. Josiel Saldanha)

SERVIÇO
Concerto da Amazônia Jazz band
Data: 19 de maio, às 20h
Local: Theatro da Paz
Os ingressos serão disponibilizados no dia do evento, a partir das 9h, na bilheteria do TP e custarão R$ 2,00.

Texto: Úrsula Pereira (Ascom / Theatro da Paz)


Nenhum comentário:

Postar um comentário