Pássaros chegam ao Mangal das Garças, após resgate em Salvaterra - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022

Pássaros chegam ao Mangal das Garças, após resgate em Salvaterra


Aves da espécie caboclinhos estão em quarentena e futuramente irão compor a fauna da Reserva José Márcio Ayres

O Parque Zoobotânico Mangal das Garças recebeu nesta semana seis aves da espécie caboclinhos. A doação foi foi feita pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) de Salvaterra, no arquipélago do Marajó, após a polícia local prender um rapaz que transportava os pássaros em uma moto roubada.

"É muito comum a captura destes tipos de pássaro na mata em Salvaterra. Provavelmente, os pássaros apreendidos tinham sido pegos há pouco tempo do habitat natural", explica Camilo González, veterinário do Mangal das Garças.

O veterinário acrescenta que os caboclinhos são aves interessantes, uma das menores espécies de passarinhos. Eles costumam se alimentar de sementes e as dispersam pela natureza quando as expulsam do corpo, realizando um trabalho natural de plantação que contribui para a preservação da fauna local.

"Esses animais são oriundos da família Thraupidae, que possui inúmeras espécies de caboclinhos. Apesar de serem muitos, a variação genética entre eles é muito pequena, o que torna difícil identificar as espécies pela aparência", detalha.

González diz que, normalmente, os pássaros machos e fêmeas possuem notáveis distinções estéticas, mas neste caso não. "Chegaram seis caboclinhos machos para nós. Só que um macho tinha umas cores brilhantes, e os outros cinco são de cores bem apagadas, o que faz com que pareçam a fêmea da mesma espécie", constata.

Essas variações, segundo o especialista, demonstram a riqueza da biodiversidade desta espécie em nossa natureza, ressaltando a importância dos especialistas continuarem a estudar essa grande variedade. Atualmente, as aves estão em quarentena, o que é uma prática comum no tratamento dentro do Parque. Quando estiverem liberadas irão compor a fauna da Reserva José Márcio Ayres, onde o público terá a oportunidade de admirar os pássaros mais de perto.


Programação diária no Mangal das Garças:
- Alimentação das Iguanas no caminho para o farol - 8h30
- Alimentação das Tartarugas e peixes no lago - 9h
- Passeio com a coruja Nairóbi: de terça a sexta, às 9h
- Alimentação das garças no Recanto da Curva: 11h, 15h, 17h30.
- Soltura das borboletas no Borboletário: 10h e 16h (monitorado)
- Apresentação das aves do Viveiro das Aningas - 16h30
- Passeio da coruja Olívia - 17h


Texto: Gabriel Nascimento/Ascom OS Pará 2000

Nenhum comentário:

Postar um comentário