Fazendeiros vivem em pânico com roubos de gado no Marajó - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

segunda-feira, 30 de agosto de 2021

Fazendeiros vivem em pânico com roubos de gado no Marajó



Fazendeiros dos municípios de Santa Cruz do Arari e Cachoeira do Arari, na região do Marajó, têm denunciado às autoridades policiais a ação de quadrilhas especializadas em roubos e furtos de gado na região, onde há muitas dificuldades de acesso, o transporte em sua maioria é por via fluvial e, não obstante os esforços de agentes de segurança pública lotados na Superintendência Regional de Polícia Civil dos Campos do Marajó, as vítimas têm sentido grandes prejuízos, além do medo de serem atacadas com violência pelos criminosos que agem em bando.
De acordo com as vítimas, policiais civis e militares têm feito constantes incursões no afã de identificar e prender em flagrante os ladrões, mas reconhecem que não é missão das mais fáceis, dadas as dificuldades de locomoção e de acesso.
As fazendas Santa Helena e Minas foram alvo dos ataques nesse fim de semana, fatos que serão comunicados não apenas na Superintendência dos Campos do Marajó, como também, na Delegacia de Polícia de Cachoeira do Arari.
Informações procedentes de Santa Cruz do Arari dão conta de que os prejuízos totalizam mais de R$ 180 mil com roubos de cavalos e cerca de 40 animais binacional, além de bubalinos etc.

NOTA DA POLÍCIA

A Delegacia Geral foi procurada pela reportagem do Grupo Liberal na noite deste domingo para se reportar acerca das providências a serem adotadas e informou que, “juntamente com todos os órgãos que compõem o sistema de segurança pública do Pará, atua diuturnamente no combate à criminalidade em todas as regiões do Estado, incluindo o Marajó. A PC-PA reforça que todos os casos comunicados à instituição passam por investigação, por meio de inquérito policial. À população pode ajudar com informações, através do Disque-Denúncia, 181. A ligação é gratuita e o sigilo garantido”.
Nesta segunda-feira, a Associação dos Pecuaristas de Santa Cruz do Arari fará o registro do Boletim de Ocorrência, comunicando oficialmente à Polícia quanto à ação criminosa ocorrida durante o final de semana.
Por Roberto Natalino Barbosa

Um comentário:

  1. Isso é so o começo. Imaginem o povo faminto e dominado pela esquerda... vão comer o capim tb.

    ResponderExcluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial