Parque do Utinga está na seletiva do programa de preservação ambiental Caixa Floresta - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

sábado, 12 de junho de 2021

Parque do Utinga está na seletiva do programa de preservação ambiental Caixa Floresta


Programa investe recursos em Unidades de Conservação para a prevenção e prerservação ambiental, recuperação de áreas degradadas, entre outras ações

Equipe do Caixa Floresta, programa da Caixa Econômica Federal, realizaram uma visita técnica ao Parque do Utinga neste sábado, 12O Parque Estadual do Utinga Camillo Vianna participa da seletiva do Programa Caixa Floresta, que disponibiliza recursos para ações de proteção ambiental. Neste sábado (12), a Unidade de Conservação recebeu a visita técnica de representantes da Caixa Econômica interessados em conhecer de perto o potencial dos recursos naturais locais. O grupo foi recebido pela presidente do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), Karla Bengtson, órgão gestor da UC.

A presidente do Ideflor-Bio explicou que a visita faz parte da seletiva que apontará a aptidão do Parque para o programa Caixa Floresta. Segundo Bengtson, a seletiva terá outras etapas onde serão apresentados os projetos propostos pelo Governo. Ela citou iniciativas como o núcleo de educação ambiental, núcleo de fiscalização, torre de observação - que terá condições de gerar ao visitante área contemplativa do parque, e também permitir à equipe do Ideflor o monitoramento da estrutura em volta, bem como espaço específico para pesquisadores fazerem suas respectivas pesquisas.

"O Governo do Pará abre as portas para iniciativas como essa. Nosso governador Helder Barbalho tem apresentado todo o compromisso com a floresta em pé, para o manejo sustentável, para o desenvolvimento sustentável e, vemos nessa oportunidade algo que será muito benéfico, não apenas para essa unidade, mas a partir desse ato experimental que é o Parque do Utinga, podermos divulgar e contemplar outras unidades, que são ao todo 26 no Estado que possuem suas belezas, riquezas e necessidade de preservação", destacou Bengtson.

"Para nós é uma grande oportunidade de divulgar uma área tão nobre, tão especial no coração da Região Metropolitana de Belém, onde conciliamos toda uma dimensão antropizada, com uma área tão protegida responsável pelo abastecimento de 70% da área metropolitana. (É importante) Compreender que aqui, realizamos educação ambiental, preservação e conservação de fauna, flora, pesquisa e tantos elementos que dão esse suporte para ser o Parque do Utinga esse grande elemento de preservação para o meio ambiente", afirmou Karla Bengston.

Recepcionados pela equipe do Ideflor, órgão gestor do Parque do Utinga, os representantes da Caixa conheceram a trilha da MarianaO grupo de servidores de diversas áreas da Caixa chegou ao Parque logo no início da manhã. A presidente do Iderflor-bio fez uma breve apresentação das atividades da UC. Em seguida, os convidados conheceram a trilha da Mariana, uma das nove existentes no Utinga. Dentro da floresta, o grupo conheceu um pouco mais das riquezas naturais de fauna e flora que seguem preservadas.

Superintendente da CEF, no Pará, Cristian Rodrigues informou que a Caixa se volta à questão ambiental, por isso, a importância de conhecer e vivenciar experiências como a visita deste sábado, para que haja a real dimensão do Parque. "Nesse momento, a gente quer chamar atenção para a questão ambiental e a importância dela. A visita está sendo feita em todo o País. No Pará, está sendo feita em três pontos. Ao todo são 100 grupos, o que chama muita atenção hoje é cada vez mais divulgar e trazer mais pessoas para essa importante causa".

Cristian Rodrigues aposta no potencial do Utinga. "Toda essa riqueza da biodiversidade do Pará, aliada à riqueza da Amazônia, sem dúvida é um holofote para gente, é um grande foco para gente atuar. E o diferencial do Pará para o restante do País, além da biodiversidade, com certeza é o povo, que é tão acolhedor, que faz esse Estado muito forte", disse Rodrigues. "Estamos enormemente felizes pelo dia de hoje e estamos muito esperançosos para trazer mais gente para essa importante causa que é o meio ambiente", reiteirou.

Ao final da programação, neste sábado, 30 mudas de diversas espécies, nativas e frutíferas, foram entregues para os representantes da Caixa, que tiveram a oportunidade de plantar na área do Utinga. Leumas Masukawa, consultora da vice-presidência de negócios de varejo da Caixa, em Brasília, veio a Belém, pela primeira vez, e se encantou com o que viu.

"Essas árvores que plantamos vão ajudar na recuperação dessa fauna e só tenho a agradecer por essa oportunidade emocionante de participar. Essa experiência foi enriquecedora, cheia de cultura e aprendizado. Três sonhos a gente precisa realizar na vida: já tenho uma filha, o plantio de uma árvore agora está feito, quem sabe um livro para completar essas realizações de vida", comenta.

Caixa Floresta

A Caixa Econômica realiza o Programa de preservação ambiental Caixa Floresta, que objetiva investir R$ 150 milhões para proteção de 3,5 milhões de hectares de Floresta na Amazônia, através do programa Adote um Parque, instituído pelo Governo Federal pelo decreto n° 10.623, em fevereiro deste ano.

Os recursos serão aplicados diretamente pelos parceiros nas unidades contempladas. Entre as ações de proteção ambiental no escopo do programa, estão a prevenção e combate a incêndios e desmatamentos, recuperação de áreas degradadas, consolidação e implementação de planos de manejo, vigilância e monitoramento de parques.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial