Salvaterra entra no caminho da preservação ambiental - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

sexta-feira, 5 de março de 2021

Salvaterra entra no caminho da preservação ambiental

Sr. Crisomar, Diretor de Gestão de Biodiversidade do Ideflor-bio a Secretária  Lucineide Xavier e o  Dr. Valderi França, advogado da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA).
Secretária de Meio ambiente Lucineide Xavier

Com uma população estimada em 23.752 habitantes, a cidade de Salvaterra, na ilha do Marajó, a cerca de 80 quilômetros de Belém, começa a experimentar um salto nunca visto antes de desenvolvimento e de investimentos que alavancarão o município e seu povo, tendo à frente o prefeito Carlos Alberto Santos Gomes, do Podemos. O governo pretende atuar de forma permanente em todos os segmentos, acabando, de vez, com a pecha de que saúde, educação e segurança servem apenas de bandeira política em tempos de eleições. A meta é agir em todos os campos, especialmente nestes momentos difíceis em que a pandemia do novo coronavírus vem colocando o mundo em dias de pânico e incertezas, com imenso número de pessoas infectadas e de gente levada a óbito diariamente.
Como é de domínio público, Salvaterra, a Princesa do Marajó, é um município marajoara de grande importância no Estado, especialmente devido ao seu grande status de polo turístico com suas praias de rio, além do porto do Camará, que interliga praticamente todos os municípios do arquipélago e por onde passam diariamente milhares de pessoas que chegam a cidade para passear ou para tratar de assuntos diversos ou, ainda, como simples passageiros que fazem da cidade um ponto de acesso, um ponto de parada obrigatória.
Assim, Salvaterra é também um polo de preservação do meio ambiente. Inclusive, na última terça-feira, dia 2, a secretária municipal de Meio Ambiente, Lucineide Xavier, esteve no Ideflor-bio para tratar do Parecer Técnico da Reavaliação e Recategorização da Unidade de Conservação da Natureza Municipal "Reserva Ecológica da Mata do Bacurizal e do Lago do Caraparú" / Salvaterra-PA. Ela esteve acompanhada, na oportunidade, do Sr. Crisomar, Diretor de Gestão de Biodiversidade do Ideflor-bio e do Dr. Valderi França, advogado da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA).
Lucineide declarou ao PASSAPORTE PARÁ que a conversa foi “muito proveitosa entre os participantes da reunião e a partir desse parecer serão tomadas novas providências visando a preservação do meio ambiente” dentro do município de Salvaterra.
A secretária elencou algumas das novidades que estão em andamento em Salvaterra, objetivando não apenas a preservação ambiental, como também, o desenvolvimento sustentável, por meio do qual, a população o município irá produzir gerando emprego e renda sem causar danos ao ambiente. Entre as ações estão: combate do desmatamento com apoio da Polícia Militar; combate à poluição sonora e atmosférica provocada por motocicletas irregulares que trafegam pelo município; levantamento dos empreendimentos comerciais responsáveis por resíduos sólidos e efluentes líquidos no centro da sede do município; ação de educação ambiental com os carroceiros para evitar a retirada de pedra e areia irregular nas praias da cidade; levantamento dos empreendimentos licenciados ou a serem licenciados em Salvaterra; checagem de denúncias de qualquer tipo de impacto ambiental como desmatamento, extração mineral, queimadas e poluição sonora; e ações de vistorias solicitadas pela população para poda ou retirada de árvores em parceria entre a SEMMA, Bombeiros e empresa distribuidora de energia elétrica do Estado.
Segundo a secretária de Meio Ambiente Lucineide Xavier, essas ações já estão acontecendo e deverão ser permanentes, no sentido de que o segmento ambiental possa se fortalecer sem maiores danos ao lugar e à população.
==========

Salvaterra inaugura nova sede do CRAS para atender a comunidade

O Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, que já estava em funcionamento desde janeiro no novo espaço, que está sediado na 5ª rua, entre as travessas 8ª e 9ª, já é uma realidade. A inauguração simbólica do espaço aconteceu a última terça-feira, 2, com as presenças do prefeito Carlos Gomes, da secretária de Assistência Social, Madalena Gomes; além do coordenador do CRAS, André Vaz e demais secretários municipais que, convidados, prestigiaram e observaram de perto o novo espaço e sua estrutura para prestar atendimento à população salvaterrense.
Para André Vaz, a importância de ter em Salvaterra um órgão como o CRAS é poder dar assistência a muitas famílias que necessitam de auxílio, “garantindo os direitos da população”. Acrescento que “Salvaterra recebe um novo centro de referência social, climatizado, com salas de atendimentos equipadas e com profissionais capacitados para um atendimento digno e respeitoso”.
O prédio conta com área de espera, recepção, sala de cadastro manual do Bolsa Família, sala de cadastro no Sistema do Cadúnico, sala de atendimento psicossocial, sala de atendimento psicossocial, sala da coordenação e cozinha.
Serviços prestados pelo CRAS: expedição do Cadastro Único; orientação sobre os benefícios sociais; apoio para resolver dificuldades de relacionamento e de cuidados com os filhos; fortalecimento da convivência com a família e com a comunidade; acesso a serviços, benefícios e projetos de assistência social; orientação sobre o que fazer em casos de violência doméstica; orientação sobre outros serviços públicos, etc
Por: Jornal Passaporte On LINE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial