Palco Virtual reabre as portas do Theatro da Paz para o mundo. - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Palco Virtual reabre as portas do Theatro da Paz para o mundo.


Pelo canal do TP no YouTube, a Amazônia Jazz Band e a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz apresentarão um repertório diferenciado

Será lançado nesta quinta-feira (10), às 16 h, o Palco Virtual do Theatro da Paz, para retomar, em formato digital, as atividades da centenária casa de espetáculos com a disponibilização de conteúdos artísticos via redes sociais. O lançamento será no canal do YouTube do Theatro e terá a presença da secretária de Estado de Cultura, Ursula Vidal; do maestro da Amazônia Jazz Band, Nelson Neves, e do maestro Miguel Campos Neto, da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP). A iniciativa é do Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), Theatro da Paz e Academia Paraense de Música (APM).

Durante o evento serão apresentados os conceitos das séries de vídeos que vão estrear no Palco Virtual, com programação de segunda-feira a sábado, quando os conteúdos serão postados no YouTube. De acordo com o diretor do TP, Daniel Araújo, foi um desafio pensar em como "reabrir as portas" para o mundo digital. "Priorizamos fazer conteúdos com qualidade musical, técnica e estética, com uma pesquisa no que outros teatros do Brasil e do mundo já estavam lançando", ressalta.

"Pensamos em fazer esse projeto mais cedo, mas não queríamos vídeos caseiros, com interferências da vida familiar dos músicos. Então, aguardamos um tempo até que fosse possível fazer gravações presenciais dentro do próprio teatro, com grupos menores, por naipes de instrumento, considerando os protocolos de segurança sanitária. Assim, conseguimos preparar um material de alta qualidade para nosso público", informa Daniel Araújo.

Até dezembro, a Amazônia Jazz Band e a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz estarão no Palco Virtual com um repertório diferenciado, incluindo apresentações de até 10 minutos e outras de até 15 minutos, além das narrativas musicais, com entrevistas sobre música erudita, feitas pelos próprios músicos das orquestras, com convidados. Além disso, todas as sextas-feiras será possível acessar os webinários do XIX Festival de Ópera do Theatro da Paz, que terão mesas-redondas com grandes nomes da área.

Mudanças tecnológicas - Para o maestro Miguel Campos Neto, trata-se de um período em que será viável ofertar diferentes formas de assistir a um concerto. "Será como no futebol, em que você pode escolher: ver pela televisão ou ir ao campo. Para nós, agora será possível nos apresentar para o público de Belém e do mundo. Sinto que a pandemia acelerou algo que já acontece há séculos na música, que são as mudanças tecnológicas", diz Miguel Campos Neto.

O maestro Nelson Neves concorda com o alcance das apresentações virtuais, mas lembra a importância da interação com a plateia. "Entendemos que a segurança vem em primeiro lugar, por isso agora produzimos esses materiais. E essa parada forçada fez com que a gente pudesse compor mais, novos arranjos para a AJB. Então, nós não paramos. E essa iniciativa vem para que a gente mostre nossa produção de outra forma", completa. (Com informações da Sorella Conteúdo).

Serviço: Lançamento do Palco Virtual do Theatro da Paz no dia 10 de setembro (quinta-feira), às 16 h, via canal do YouTube do Theatro da Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial