Círio de Nazaré - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Círio de Nazaré

Círio de Nazaré, que acontece anualmente no segundo domingo do mês de outubro na cidade de Belém, no Pará, é conhecido como “Natal  do Paraense”, em homenagem à Nossa Senhora de Nazaré, padroeira do Pará e "Rainha da Amazônia". Durante os 15 dias em que é realizado, atrai boa parte da população da maioria dos Estados Brasileiro. Os devotos se encontram principalmente para participarem de duas gigantescas procissões: "Transladação" e o
* Círio*
O Círio de Nazaré é considerado uma festa de participação local, dado o fluxo de visitas que se movimenta na região, mas também de representação da cultura brasileira. A celebração movimenta não somente o aspecto religioso da região, mas também o fluxo econômico das estruturas de comércio, hotelaria e transporte.
A origem do Círio de Nazaré está ligada ao aparecimento de uma imagem de Nossa Senhora de Nazaré achada por um caboclo, Plácido José de Souza, filho de um português e de uma índia nativa. Agricultor e caçador, Plácido era dono de um sítio na estrada do Maranhão, hoje Bairro de Nazaré. Conta-se que num dia do ano de 1700, o caboclo saiu para caçar. Após muito caminhar pela mata, parou para refrescar-se nas águas do igarapé Murutucu (onde hoje se encontra a Basílica). Foi quando teria visto a imagem de Nossa Senhora de Nazaré entre as pedras. Católico fervoroso, levou a imagem da santa para seu barraco, onde criou um pequeno altar para venerá-la. Procurada pelas pessoas que passavam pela estrada do Maranhão, a casa de Plácido tornou-se local de cultos. Muitas pessoas iam até o local fazer orações, agradecer por graças alcançadas e pagar promessas.
Este ano, devido a pandemia do COVID-19, o Círio de Nossa Senhora de Nazaré seguirá os protocolos de segurança sanitária. 
A fé está onde ela é bem recebida.
Por: Fatinha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial