Secretário de Bolsonaro, Fábio Wajngarten está com coronavírus - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

quinta-feira, 12 de março de 2020

Secretário de Bolsonaro, Fábio Wajngarten está com coronavírus

Chefe da Secretaria de Comunicação viajou aos Estados Unidos com  o presidente Jair Bolsonaro
O Secretário de comunicação do Planalto, Fabio Wajngarten, está com coronavírus. O integrante do Executivo fez exame para a Covid-19 no Hospital Albert Einstein e o resultado deu positivo. O secretário viajou aos Estados Unidos, nesta semana, junto com o presidente Jair Bolsonaro.

Fabio avisou ao Planalto sobre o resultado do Exame e fontes no governo afirmam que o presidente Jair Bolsonaro também está sendo acompanhado de perto por equipes médicas. 
A viagem aos Estados Unidos ocorreu entre o último sábado (7/3) e terca-feira (10/3). A comitiva do presidente Bolsonaro se encontrou com empresários e com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. O chefe do Executivo brasileiro tinha uma viagem marcada para o Rio Grande do Norte nesta quinta-feira (12/3), mas o compromisso foi cancelado.

O Planalto não informou o motivo da suspensão deste compromisso na agenda. No entanto, nos bastidores, interlocutores afirmam que se trata de temor pela saúde de Bolsonaro em meio a pandemia que atinge 114 países.

Wajngarten tomou café com Bolsonaro nos EUA
Pessoas que conversaram com Wajngarten, em caráter reservado, afirmam que ele apresenta sintomas de gripe e aguardava os resultados do exame nesta quinta-feira. Durante a viagem, ele tomava café da manhã com o presidente em uma sala reservada. Nos Estados Unidos, o grupo que acompanhou Bolsonaro fazia deslocamentos em vans. Apenas o presidente seguia em carro separado.

 Na quarta-feira, após o jornal Folha de S.Paulo revelar que Wanjgarten havia passado por exames no Hospital Israelita Albert Einstein, o secretário de Comunicação foi ao Twitter criticar a imprensa, mas não negou que tenha realizado os testes "Em que pese a banda podre da imprensa já ter falado absurdos sobre minha religião, família e minha imprensa, agora falam da minha saúde. Mas estou bem, não precisarei de abraços de Dráuzio Varella", escreveu, mencionando o médico que passou a ser alvo de ataques após reportagem de "Fantástico", da Rede Globo, em que abraçou uma transexual condenado pela morte e estupro de uma criança.
Fonte:Correio Braziliense
 (foto: Carolina Antunes/PR)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial