Benevides:136 anos da Libertação dos Escravos - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

sábado, 14 de março de 2020

Benevides:136 anos da Libertação dos Escravos


A Prefeitura de Benevides no Pará, por meio da sua Secretaria Municipal de 
 Cultura, Esporte e Lazer (Semcel), convida você, seus familiares e amigos a virem participar da grande festa do Dia 30 de Março, data histórica em que a cidade estará completando 136 anos da libertação dos seus escravos.
Fonte:Prefeitura Munbicipal de Benevides

Com o intuito de resgatar o marco histórico de uma das primeiras alforrias dos escravos praticadas no Brasil, os deputados aprovaram por unanimidade o Projeto de Lei 98/2016, que institui no Calendário Histórico, Cultural e Turístico do Estado do Pará, o “Dia da Libertação dos Escravos na Amazônia”, a ser comemorado, anualmente no dia 30 de março.


A proposição, de autoria do presidente da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), deputado Márcio Miranda, foi aprovada para promover o resgate da memória de um dos principais fatos históricos ocorridos no Pará e no Brasil. No dia 30 de março de 1884, aconteceu o processo de libertação dos escravos no município de Benevides, quatro anos antes da Lei Áurea, publicada em 13 de maio de 1888, data oficial da abolição da escravatura no país.

Para o autor da proposta, deputado Márcio Miranda, a criação da data é uma forma  de resgatar a memória e a importância do acontecimento. “O fato é um dos mais importantes da história da colonização e da libertação dos escravos no Brasil, provocando na época, o rompimento da escravatura na nossa região, iniciando assim, o pioneirismo do processo de liberdade contra a escravidão no país. O fato aconteceu aqui na nossa região e poucos têm conhecimento sobre o assunto. E por isso merece ser resgatado”, explicou o presidente.

Em outro momento, a Assembleia Legislativa do Pará, reconheceu o fato como Patrimônio Histórico Imaterial do Estado do Pará, aprovando a Lei  7.619, em 18 de abril de 2012, garantindo assim, a disseminação do fato nas unidades escolares e universidades, de modo que os estudantes e professores tenham conhecimento ampliado desse movimento de vanguarda, ocorrido no Pará. Aprovada no Poder Legislativo, a Lei foi sancionada pelo governador e publicada no Diário Oficial do Estado, no dia 20 de abril do mesmo ano, transformando-se em lei estadual.   

HISTÓRIA - A cidade de Benevides, localizada na Região Metropolitana de Belém, é considerada a primeira e a maior colônia europeia fundada na Amazônia, em 13 de junho de 1875. Na época, era um pequeno vilarejo, denominado de “Nossa Senhora do Carmo de Benevides”, integrante da Província do Grão Pará, que começou a receber os nordestinos flagelados pela seca. Mas, nesse período, começaram a surgir os ideais de libertação no país, inspirados pelos movimentos franceses e americanos.  E, a partir dessas influências, foi realizado o ato de alforria dos escravos, em 30 de março de 1884, sendo portanto, o primeiro no país a declarar o fim da escravidão, tornando-se “o berço da Liberdade”.

Fonte:Rede Pará   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial