Bebianno morre em Teresópolis - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

sábado, 14 de março de 2020

Bebianno morre em Teresópolis

Quando sofreu o infarto fulminante, Gustavo Bebianno estava em seu sítio, em Teresópolis.

O Globo informa que, “por volta de 4h30, ele comunicou ao filho que estava passando mal e se dirigiu ao banheiro para ingerir um remédio. Minutos depois, sofreu uma queda. Bebianno foi levado para uma unidade hospital da cidade, mas não resistiu.
Fonte:O Antagonista

Gustavo Bebianno Rocha  nasceu no Rio de Janeir em 18 de janeiro de 1964 - Teresópolis,e faleceu em 14 Março de 2020) foi um advogado brasileiro e foi secretário-geral da Presidência da República.

Em 2014, Gustavo ofereceu seus serviços como advogado para o até então deputado federal Jair Bolsonaro, o que foi recusado de início. Entretanto, em 2017 sua ajuda foi aceita visando seu apoio na campanha presidencial.

Depois de filiar-se ao PSL em março de 2018, Bebianno foi eleito vice-presidente nacional do PSL, tornando-se Presidente Nacional após o licenciamento de Luciano Bivar, presidente e fundador do partido.

Morreu de forma prematura, na madrugada do dia 14 de Março de 2020 em seu sítio em Teresópolis, vitimado por um infarto fulminante.

Fonte:Wikipedia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial