Foz do Iguaçu é referência na gestão integrada e descentralizada do Turismo - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Foz do Iguaçu é referência na gestão integrada e descentralizada do Turismo

Premiados na categoria Fortalecimento da Gestão Integrada e Descentralizada do Turismo
Município foi consagrado na categoria Fortalecimento da Gestão Integrada e Descentralizada do Turismo, durante segunda edição do prêmio
A união do setor público com a iniciativa privada e o estabelecimento de parcerias fizeram do projeto “Gestão Integrada do Turismo de Foz do Iguaçu (PR)” uma das principais referências do setor no país. A iniciativa, articulada pela Secretaria Municipal de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos; Itaipu Binacional; Visit Iguaçu e o Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu (Fundo Iguaçu), foi uma das grandes vencedoras da 2ª edição do Prêmio Nacional do Turismo, realizado em Belo Horizonte (MG) no início do mês.

Entre os principais objetivos da proposta estava a reconstrução da imagem do destino paranaense, que, consequentemente, contribuiu para o desenvolvimento social e econômico do atrativo turístico, reconhecido como um dos que mais atrai visitantes e investimentos do Brasil.

Para o secretário municipal de Turismo de Foz do Iguaçu, Gilmar Piolla, é muito gratificante ver o trabalho de mais de uma década ser reconhecido nacionalmente. “Gratidão ao Ministério do Turismo por este reconhecimento de uma experiência que está completando 11 anos e uniu os mais diversos esforços. As grandes transformações que ocorreram no turismo de Foz do Iguaçu, nesta última década, se devem a união da gestão integrada do turismo. Saímos mais fortalecidos para encarar os desafios dos próximos 10 anos”, comemorou.  

Os mineiros também foram destaques na premiação. O projeto “ICMS Critério Turismo”, da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, foi contemplado com o segundo lugar. A iniciativa prevê o repasse de parcela do produto do ICMS e IPI para os municípios que atendem critérios que estimulam e fomentam o planejamento turístico nos municípios mineiros, bem como o desenvolvimento turístico local e regional. De acordo com o governo do estado, pela primeira vez na história da economia brasileira, municípios possuem incentivo financeiro para trabalharem a sua gestão turística.

Já o terceiro lugar ficou com o projeto “Rede Colaborativas de Turismo do Jequitinhonha e Mucuri” que integra 23 municípios da região e estabelece cooperação entre agentes com objetivo de desenvolvimento turístico local. A iniciativa já realizou 127 diagnósticos para inovação em empreendimentos e atrativos turísticos e reuniu mais de 400 pessoas em workshops e em seminário nacional. Atualmente, implementa roteiros que reforçam a identidade, a história, a cultura e as belezas naturais de um dos territórios mais diversos de Minas Gerais.

FORTALECIMENTO DA GESTÃO INTEGRADA – A categoria, uma das contempladas pelo Prêmio Nacional do Turismo, busca estratégias de fomento e consolidação da gestão descentralizada do turismo, no âmbito estadual, regional ou municipal. São abarcadas por esta categoria iniciativas com objetivo de incentivar a organização estadual, regional ou municipal que tenham criado e implementado um modelo de fortalecimento da participação dos atores privados e da sociedade na gestão pública com resultados positivos para o turismo ou um modelo que propicie parcerias e/ou a gestão compartilhada de recursos do turismo.

O PRÊMIO – Em sua segunda edição, o Prêmio Nacional do Turismo é idealizado pelo Ministério do Turismo em parceria com o Conselho Nacional de Turismo (CNT). A premiação busca dar visibilidade, ampliar o reconhecimento e premiar iniciativas inovadoras que tenham contribuído significativamente para o turismo. Além disso, reconhece o trabalho de profissionais que inovaram ou atuaram de forma proativa para o desenvolvimento do turismo no país no mesmo período. Para além do reconhecimento, o Prêmio busca disseminar e estimular que boas iniciativas sejam replicadas em outros destinos brasileiros, como forma de contribuir para melhorar as condições do setor em seus territórios. Nesta segunda edição, o Prêmio cresceu. Foram premiados 33 projetos na categoria Iniciativas de Destaque entre 418 inscritos. Na categoria Profissionais de Destaque, oito profissionais foram premiados, dentre 200 inscritos.

Edição: Cecília Melo 
Por Victor Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial