Música indígena é atração no Sonora Brasil - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Música indígena é atração no Sonora Brasil

A musicalidade indígena chega ao Pará nesta semana com a 22ª edição do projeto nacional Sonora Brasil que vai trazer o grupo “Wiyae” para duas apresentações, uma em Belém, no dia 05 de setembro, e outra em Castanhal, no dia 6. As apresentações ocorrem sempre às 19h e a entrada é franca.

 A música é um dos elementos mais ricos da cultura e arte indígena e uma porta de entrada privilegiada a um universo tão diversificado ainda desconhecido. Com  cantos, danças e instrumentos de cordas, sopro e percussão, três circuitos trazem grupos tradicionais, apresentando suas tradições culturais e cotidiano das aldeias. O circuito Wiyae apresentará um repertório de arranjos elaborados com utilização de  instrumentos musicais não indígenas e  o trabalho composicional e artístico  de uma indígena da atualidade, mostrando as novas perspectivas sobre identidade cultural desses povos.

Sobre o grupo Wiyae

 Criado especialmente para o projeto Sonora Brasil, o nome do grupo é originário da língua Tikuna e significa canto. Formado pela cantora amazonense Djuena Tikuna, Diego Janatã (MA), Magda Pucci e Gabriel Levy, estes dois últimos de São Paulo, além de músicas do povo Tikuna, o repertório do Wiyae é formado basicamente por composições próprias e por músicas de outros povos indígenas a partir de recriações e arranjos artísticos.

Sonora Brasil

Promovido pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), o Sonora Brasil é o maior projeto de circulação musical do país, privilegiando temas que mantenham as raízes da música brasileira e que não possuem uma abordagem recorrente na mídia. Ao todo, mais de quatrocentos músicos já se apresentaram no circuito que a cada biênio aborda duas temáticas diferentes e promove a circulação dos artistas por todas as regiões brasileiras. Em 2019/2020 os temas apresentados serão, respectivamente, “A Música dos Povos Originários do Brasil” e “Líricas Femininas - A presença da mulher na música brasileira”.

Além das apresentações em Belém e Castanhal, nesta quinta e sexta-feira, o projeto continuará a circular no Pará nos meses de outubro e novembro.

 Serviço: Sonora Brasil - A Música dos Povos Originários do Brasil - Grupo Wiyae.


Castanhal

Dia: quinta-feira, dia 05 de setembro.

Hora: 19h

Local: Sesc em Castanhal (Av. Barão do Rio Barão, 10 – Nova Olinda)


Belém

Dia: sexta-feira, dia 06 de setembro.

Hora: 19h

Local: Centro de Cultura e Turismo Sesc Ver-o-Peso (Boulevard Castilhos França, 522/523)

 Mais informações:  0800-941-1242 / 4005-9591 (Fale com o Sesc);  (91) 3721-2294 (Sesc em Castanhal); (91) 4005-9584 / 4005-9587 (Coordenação de Comunicação do Sesc no Pará).

Foto: Evelson de Freitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial