O XVIII Festival de Ópera do Theatro da Paz abre com concerto gratuito em Belém - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

O XVIII Festival de Ópera do Theatro da Paz abre com concerto gratuito em Belém

O XVIII Festival de Ópera do Theatro da Paz inicia nesta quinta-feira (15), às 20h, com o concerto de abertura da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP), regido pelo maestro titular Miguel Campos Neto e participação do solista Miguelangelo Cavalcanti. O Festival é uma realização do Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) e Theatro da Paz, em parceria com a Academia Paraense de Música (APM) e apoio da Fundação Cultural do Estado do Pará (FCP).

O espetáculo terá trechos das óperas "Norma", de Vicenzo Bellini (1801-1835); "La Favorita", de Gaetano Donizzeti (1797-1848); "I Vespri Sicilianni ", "Rigoletto" e "Nabucco", de Giuseppe Verdi (1813-1901); "Tanhäuser", de Richard Wagner (1813-1883); "Manon Lescaut", de Giacomo Puccini (1858-1924); e "Andrea Chénier", de Umberto Giordano (1867-1948).

Diferente dos anos anteriores, a ideia de abrir o Festival com um concerto que reúne obras emblemáticas do repertório operístico é para apresentar um novo formato conceitual do evento, atingindo um público cada vez maior. "Nesse tipo de concerto apresentamos a introdução ao mundo da ópera, como se para conhecer um autor, na literatura, antes de ler uma obra densa e clássica, você primeiro lesse um livro de contos. Por isso, escolhemos árias de óperas com trechos de cinco a sete minutos. Isso é muito interessante para introduzir novas plateias", comenta o maestro Miguel Campos Neto, que assina a direção musical do Festival.

As peças orquestrais terão a participação do barítono pernambucano Miguelangelo Cavalcanti, exceto em "Manon Lescaut", com uma variação de estilos, como verismo, belcanto. Campos Neto destaca que o concerto será muito interessante e que para a orquestra é como estar na vitrine por um momento para o cantor descansar e também para trocar de estilo. Cavalcanti é experiente, com inúmeras performances operísticas e camerísticas realizadas com renomados maestros, diretores e cantores da cena lírica mundial na Áustria, Bélgica, Alemanha, Portugal, Suíça, Brasil, Itália, dentre outros. Atualmente é cantor solista residente do Teatro Nacional de Praga, com um repertório de 51 óperas, e cantor solista membro do Prague Ensemble Orchestra.

Novo formato - Em 2019 o "Festival de Ópera" estreia com uma nova roupagem, deixando de ser uma mostra de ópera e apresentando um modelo mais amplo e contínuo, distribuído ao longo de seis meses (de agosto e dezembro), em cinco ações distintas: Temporada de Ópera, Formação, Temporada de Concertos, Teatro Musical e Itinerância.

Esse novo formato muda o conceito da produção do Festival e propõe, ainda, a diversificação temática abordada nos libretos das obras - em montagens tradicionais e contemporâneas - que serão selecionadas contemplando o drama, a ópera bufa, o verismo, temas políticos, infantis, entre outros.

Com um período de realização diferente - entre agosto e dezembro - mais extenso, portanto, que em anos anteriores, Daniel Araújo, diretor do Theatro da Paz e diretor geral do Festival de Ópera explica que a tendência é que o evento se transforme em temporadas de ópera, com maior robustez e planejamento, como nas grandes casas líricas da região Sudeste e de importantes teatros da Europa. "A proposta de reestruturação do festival de ópera do teatro da Paz partiu de dois conceitos: continuidade e acesso. Para tanto, foram criadas cinco ações: a primeira é a Formação, onde 20 alunos selecionados por edital receberam uma grade de cursos que serão ministrados até dezembro, dentro do I Curso de Formação em Ópera. A ideia é capacitá-los, para que em um futuro próximo se possa ter um corpo estável de ópera no Estado", afirmou.

A intenção é que em 2020 o Festival passe a ser realizado durante o ano todo - ampliando o campo de trabalho para todos os artistas e técnicos envolvidos nas produções. A seleção do elenco e do corpo técnico, priorizou a valorização de artistas locais que já alcançaram grau de excelência em ópera. Grandes nomes do cenário operístico nacional e internacional também participarão das montagens do XVIII Festival de Ópera do Theatro da Paz, promovendo o intercâmbio de experiências, e oferecendo ao público paraense espetáculos de alto nível artístico.

Serviço: O Concerto de Abertura do XVIII Festival de Ópera do Theatro da Paz, acontece nesta quinta-feira (15), às 20h, no Theatro da Paz. A entrada é gratuita e a retirada de ingressos será na bilheteria do Da Paz, 1h30 antes do espetáculo ou pelo site, com taxa de R$2.
Fonte:Ag.Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial