Mercado Francisco Bolonha recebe a terceira edição do Circuito Gastronômico - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

domingo, 11 de agosto de 2019

Mercado Francisco Bolonha recebe a terceira edição do Circuito Gastronômico

Com pratos variados e música ao vivo, a terceira edição do Circuito Gastronômico - Mercado Criativo agitou o Mercado Francisco Bolonha, no Complexo do Ver-o-Peso, neste sábado, 10. O evento, promovido pela Prefeitura de Belém por meio da Companhia de Desenvolvimento e Administração da Área Metropolitana de Belém (Codem), busca incentivar a culinária local, fomentar o turismo e proporcionar um espaço de cultura para todos que frequentam o mercado.

Os visitantes do mercado puderam saborear diversas receitas elaboradas pelas boieiras e chefs de cozinha paraenses que participaram do evento. “Já comi charque desfiado, bolinho de maniçoba e agora estou experimentando o pirarucu de casaca. Os sabores da nossa terra são incríveis e eu gosto de valorizar”, disse Emanoel Pompeu, de 80 anos, que foi com a filha prestigiar o Circuito.

“A mistura do salgado e do doce é maravilhosa. Além da farofa crocante que acompanha o prato”, disse a dentista Marina Braga, que comeu pirarucu na casaca um dos concorrentes ao melhor prato criado pelas boieiras do Ver-o-Peso e do Mercado.

Para Danilo Soares, presidente da Codem, o Circuito é uma forma de valorizar o trabalho dos permissionários do mercado e divulgar o título que foi conferido à cidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). “O evento é uma forma de envolver pessoas e a comunidade com economia criativa e promover o incremento da atividade dos permissionários para aquecer o faturamento. Usamos o selo Belém Cidade Criativa da Gastronomia convidando a comunidade para que tenha um novo olhar da cidade, proporcionando um espaço de lazer gratuito, acessível e um ambiente familiar”, explicou.

A criadora do prato pirarucu na casaca, Aldilene Sarmento, conta que participou do treinamento promovido pela Prefeitura na Universidade da Amazônia (Unama) e pôde aprender novas técnicas para incrementar os pratos. “Durante dez dias de treinamento pude aprender novas combinações de sabores, conhecer novos temperos e hoje na preparação do prato coloquei em prática tudo que aprendi”, contou.

A coordenadora do evento, Cláudia Sadala, destaca que o Circuito é importante tanto para os trabalhadores do mercado quanto para os frequentadores. “Essa é uma forma de envolver a todos, movimentar a economia e divulgar a nossa cultura. As boieiras do mercado Bolonha foram capacitadas na escola de gastronomia da Universidade da Amazônia (Unama) durante 10 dias e criaram um prato especialmente para o evento. E no final do dia, por júri popular, vamos eleger o melhor parto criativo,” destacou.

O Circuito também contou com a presença de chefs de cozinha paraense e de apresentações da Banda da Guarda Municipal Belém, da Orquestra de Violoncelos da Amazônia, do Mestre Curica e dos DJs Bernardo Pinheiro e Albery.


Texto:
Amanda Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial