Noite de fado e bossa nova no Theatro da Paz com a portuguesa Margarida Soeiro - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Noite de fado e bossa nova no Theatro da Paz com a portuguesa Margarida Soeiro

Neste domingo (16), a partir das 20h30, a fadista portuguesa Margarida Soeiro se apresenta no Theatro da Paz com o concerto "Fados e Bossas - Uma noite em Portugal" e protagoniza uma noite intimista e dedicada a esse ritmo bem português.
O fado é um estilo musical português, nascido em Lisboa e tornou-se o ritmo nacional de Portugal. Foi reprimido após a revolução e hoje é  Patrimônio da Humanidade. Para os estudiosos, ele nasceu da nostalgia, da saudade, do cantar dos marinheiros, da rua e das mulheres abandonadas por verem partir os seus amores. Para quem ouve, o fado é todo um conjunto de emoções traduzidas nas palavras dos poetas e na música de uma guitarra clássica, onde a voz se solta ou embarga nessa emoção. 
Margarida Lourenço Soeiro nasceu na capital portuguesa, Lisboa e passou toda sua infância em Santarém de Portugal, onde estudou e cantou, pela primeira vez o fado. Inicialmente cantava Amália Rodrigues e só mais tarde descobriu a beleza dos fados e da voz de Maria Teresa de Noronha, que lamenta não ter conhecido pessoalmente.

A interprete representa uma das formas mais genuínas e carismáticas que o fado tem. Primeiro as tertúlias - os grupos de amigos - depois as casas de fado onde a canção de Lisboa se canta de uma forma livre e espontânea. O seu repertório revisita alguns dos nomes mais importantes da história do fado, sejam eles os intérpretes, poetas ou compositores, todos defendidos com uma capacidade de interpretação única, sem invenções, de uma forma simples e linear mas muito contagiante, como é a própria canção de Lisboa. Margarida conta com mais de 20 anos de carreira e neste concerto será acompanhada pelo maestro e pianista Nelson Neves - que também fará a direção musical do espetáculo, pelo baixista Augusto Meirelles, Harley Bichara no sax e Kim Freitas no violão.

De acordo com Margarida, fado é uma terapia tanto para quem ouve, quanto para quem canta. "Como nasceu da nostalgia e da alegria, pode ser considerado um estado de alma. Não   é  fadista quem quer, mas sim quem nasce fadista, pois o fado não  se aprende é um dom. Pertence ao destino de cada um e ao fado que é uma reza, uma sina", afirmou.

A ideia dessa apresentação que une fado e bossa nova, surgiu da própria essência do fado e do aprofundamento na música popular brasileira. "O fado nasceu da saudade, palavra que só  existe nas nossas línguas irmãs - português do Brasil e português de Portugal - e a bossa nova é  também uma forma de cantar o amor , a alegria e a saudade. De mãos dadas o fado e a bossa nova são expressões de canto semelhantes e eu vou mostrar isso mesmo no meu concerto", continuou. "O público pode espera carinho. Eu estou cheia de carinho, cheia de emoção. Tenho sido tão acarinhada pelos paraenses, luso descendentes muitos deles, por isso vou cantar com muito amor e dar tudo de mim nessa cidade maravilhosa", finalizou.

Serviço: 
A fadista portuguesa Margarida Soeiro apresenta o concerto "Fados e Bossas - Uma noite em Portugal", no Theatro da Paz, neste domingo (16) às 20h30. Os ingressos já estão disponíveis na bilheteria do Da Paz . Mais informações pelo telefone: (91) 4009-8750
Por:Úrsula Pereira


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial