Susipe comemora Dia do Servidor Penitenciário - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

domingo, 26 de maio de 2019

Susipe comemora Dia do Servidor Penitenciário

O Dia do Servidor Penitenciário foi instituído no dia 26 de maio de 1974 pela lei 8.322 de 14 de dezembro de 2015, conforme artigo 58. Foi criada etão a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará.
A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe) comemorou nesta sexta-feira (24) o Dia do Servidor Penitenciário Paraense. A programação iniciou às 8h30, Escola de Administração Penitenciária (EAP), com a palestra “Inteligência Emocional e Gerenciamento de Risco", com a psicóloga Silvia Vasconcelos e às 10h houve a palestra sobre a síndrome de Burnout: "Quando o trabalho nos esgota, como agir?", ministrada a psicóloga Laura Nogueira.

Para a dentista do Presídio Estadual Metropolitano III (PEM III), dra. Léa Lobato, esses momentos são de extrema importância. "Pena que não dá pra vir todos os servidores para essas palestras. Essa programação mostra que a Susipe está valorizando nosso trabalho. Estamos aqui para somar e como vim representando o PEM III, pretendo repassar para os meus colegas tudo que foi ensinado aqui porque considero muito relevante para nossa atuação no presídio", garante a dentista.

A psicóloga Silvia Vasconcelos explica que gerenciar as emoções é muito importante no trabalho dentro dos presídios. "Nós vamos conversar sobre inteligência emocional. Em que momento você tem que gerenciar essas emoções? Trabalhando no sistema prisional vocês viverão algumas situações de alarme ou perigo, então nessas horas, como vocês deveriam atuar? O certo seria gerenciar com racionalidade, só que em alguns momentos a gente bloqueia a racionalidade e age instintivamente. O objetivo dessa palestra é mostrar para os servidores da Susipe como eles podem gerenciar essas emoções no dia a dia para fazer escolhas melhores", explica a psicóloga.

"Eu queria que eventos desse tipo acontecessem todos os dias. Precisamos nos capacitar sempre porque trabalhar com pessoas é muito complicado e essa palestra sobre inteligência emocional vai ajudar muito no trato com os internos", afirma Lucivaldo Corrêa, agente prisional da Central de Triagem Metropolitana I (CTM I).

Georgiane Matos trabalha no Centro de Progressão Penitenciária de Belém (CPPB) e destaca a qualidade das palestras. "O evento foi muito bom. A organização foi excelente e fomos muito bem recebidos. Estou na Susipe há 10 e nunca estive presente em eventos como este. As palestrantes são ótimas porque estão ensinando coisas que vão ser muito úteis no nosso trabalho. A gente passa por situações de muita tensão então temos que estar alertas a nossa saúde mental até para fazer melhor o nosso trabalho", diz Georgiane.

O trabalho no sistema prisional pode ser muito estressante e para alertar sobre os perigos da Síndrome de Burnout, um adoecimento mental, a psicóloga Laura Nogueira conversou com os servidores e descreveu quais são os sintomas para identificar a síndrome. "A questão mais importante é observar a mudança de comportamento: o cansaço ou irritabilidade muito grande, a tristeza, a falta de motivação no trabalho. Estes são sinais característicos de vulnerabilidade que pode se desenvolver para um quadro mais grave de adoecimento mental”, esclarece Laura. 

A psicóloga explica como a Susipe pode ajudar o servidor a não sofrer esses males. "Trabalhar questões sobre saúde e educação é muito interessante porque desperta as pessoas para temas que geralmente não damos muita importância no dia a dia. Devemos ter dispositivos na instituição que possam acolher os servidores, ouvi-los para identificar possíveis problemas e encaminhar para um serviço de assistência médica mental se necessário. Em caso de afastamento, a Susipe precisa oferecer ações de reintegração para esse servidor voltar ao trabalho com o cuidado para que a situação não se repita", finaliza a psicóloga.

Segundo Antonio Paracampo, diretor de Gestão de Pessoas (DGP), a Coordenação de Assistência e Valorização do Servidor (CAVS) prioriza a valorização do servidor. “Entendemos que valorizar o servidor é trazer melhores serviços para a população e exercer nosso papel como servidor público. Tentamos levar melhorias para os servidores da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe) através de palestras e atendimento biopsicossocial para todos, tanto nas unidades prisionais como na sede, para que eles possam desempenhar bem o trabalho e mostrar esse resultado para a sociedade”, afirma o diretor.

Dia do Servidor Penitenciário 

O Dia do Servidor Penitenciário foi instituído no dia 26 de maio de 1974 pela lei 8.322 de 14 de dezembro de 2015, conforme artigo 58. Foi criada etão a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe), subordinada, naquela época, à Secretaria de Estado do Interior e Justiça, que geria o Presídio de São José e a “Penitenciária Fernando Guilhon”: as primeiras unidades prisionais do Pará. Atualmente, a Susipe gerencia 48 unidades prisionais na Região Metropolitana de Belém (RMB) e municípios do interior do Pará.
    
Por Melina Marcelino / Foto: Akira Onuma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial