Museus têm uma semana de programação especial - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

quarta-feira, 15 de maio de 2019

Museus têm uma semana de programação especial

Museu da Inconfidência em Ouro Preto. 
17ª Semana Nacional de Museus é uma temporada cultural onde o turista é convidado a conhecer instituições que guardam o passado e preservam o futuro
Além de atrativos turísticos, os museus são importantes centros produtores e receptores de práticas, costumes e pensamentos da cultura brasileira. Na semana marcada pelo Dia do Museu que será celebrado no próximo sábado (18), 1.114 espaços de todo o Brasil funcionarão com uma programação especial que reúne opções de lazer e conhecimento voltadas para todos os públicos. Serão 3.222 eventos até domingo (19).

 “O Brasil é um celeiro de atrativos culturais - tanto que somos considerados o 8º país em atrativos culturais - e os museus se inserem nesse contexto do turismo. A Política Nacional de Gestão Turística dos Patrimônios Mundiais históricos e naturais publicada em abril como uma das metas dos 100 dias do governo federal, certamente conseguiremos incrementar a visitação nos destinos, a preservação e valorização da cultura”, comentou Bob Santos, o secretário nacional de Integração Interinstitucional do Ministério do Turismo.

Desde sua criação, o Ministério do Turismo apoia projetos estruturantes que incentivam o turismo cultural. Ao todo foram 653 projetos de Museus e centros culturais em todas as regiões do Brasil, com valor de repasse de R$ 313 milhões. Em Natal (RN), o Ministério do Turismo investiu R$ 8 milhões na restauração do Museu da Rampa, antiga base de hidroaviões do rio Potengi, que recebeu novas instalações para implantação do Museu da 2ª Guerra Mundial e Memorial da Aviação.

Em São Paulo, diversas instituições participam da Semana Nacional dos Museus, entre elas a Pinacoteca de São Paulo, no Parque da Luz. Já o Museu Afro Brasil, no Parque do Ibirapuera, fará uma ação temática do cordel, com histórias e narrativas afro-brasileiras. O Museu do Futebol, no Estádio do Pacaembu, é outra opção para quem desejar fazer uma viagem pelo esporte mais popular do Brasil.

Em Belo Horizonte (MG), a programação será distribuída em mais de 30 espaços culturais. No Museu da Moda, um dos destaques é a exposição “Tradições Mineiras”. No Centro Cultural Banco do Brasil, terá a exposição “DreamWorks Animation – Uma Jornada do Esboço à Tela”. No Museu de Ciências Naturais da PUC Minas, haverá simulação de escavações arqueológicas e paleontológicas. Já no Museu Casa Kubitscheck, a exposição “Bordando Memórias” apresenta peças que retratam o acervo mobiliário e botânico.

No Rio de Janeiro, o Museu do Amanhã, na Praça Mauá, levará o visitante a refletir sobre o futuro, regionalismos e o significado de tradição. A Casa da Moeda do Brasil, na Praça da República, apresentará uma exposição de seu acervo histórico e outra sobre a Cédula Real. Já o Museu da República inaugura a exposição “Palácio, Presidência, Museu”, sobre a História do Palácio do Catete, desde sua fundação até tornar-se o atual Museu da República.

O Museu Casa da Hera, em Vassouras (RJ), que reabriu ao público, é uma chácara do século XIX, que retrata uma fazenda do destino histórico fluminense no auge do ciclo do café, no Vale do Paraíba. O turista poderá conhecer a exposição “O Vale e suas Tradições”. Na cidade de Petrópolis (RJ), o Museu Imperial inaugurou um novo pavilhão para recepção dos turistas. O museu, que foi o Palácio de Verão da família real brasileira, recebe cerca de 400 mil visitantes por ano.

Em Natal (RN), o Museu Câmara Cascudo tem programação especial e gratuita. A Universidade Federal do Rio Grande do Norte vai expor pesquisas de antropologia como “Ferramentas para ferir a pedra”, “Arqueologia fora da caixa” e uma instalação de realidade virtual “Vida dos Dinossauros”. O teatro de bonecos, que é patrimônio imaterial do Nordeste, é um dos aspectos da cultura popular com destaque no museu de antropologia da UFRN. Os visitantes poderão acompanhar o espetáculo “As bravatas de Baltazar nas terras de João Redondo”.

Em Recife (PE), são muitas opções de museus, entre eles, os fortes do Brum e das Cinco Pontas. O Paço do Frevo, preserva a história e os movimentos do ritmo pernambucano reconhecido pela Unesco como patrimônio imaterial da humanidade. No Museu da Abolição, no bairro da Madalena, mais de 30 artistas apresentam desenhos, gravuras, vídeos, instalações, fotografias, performances, entre outras expressões e linguagens. A Mostra Nacional Trovoa acontece, ainda, no Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Marabá e Belém (PA), Vitória (ES) e Salvador (BA).

Para ter acesso à programação completa da 17ª Semana Nacional de Museus clique aqui:

Por Geraldo Gurgel
Crédito: Pedro Vilela
Fonte:Mtur

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial