Governo quer o Museu Paraense Emílio Goeldi na rota turística do Estado - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

quarta-feira, 15 de maio de 2019

Governo quer o Museu Paraense Emílio Goeldi na rota turística do Estado


Entre as ações de valorização do turismo no Pará, o governo do Estado pretende fortalecer o Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) como um dos pontos de atração de visitantes para a capital paraense. O chefe do Executivo Estadual, Helder Barbalho recebeu, na tarde desta terça-feira (14), no Palácio do Governo, em Belém, a diretora da instituição, a bióloga Ana Luísa Albernaz, e tratou deste e de outros assuntos.

A primeira pauta foi sobre o terreno onde está instalado o Parque Zoobotânico do Museu, situado na avenida Magalhães Barata, em Belém. A cessão da área, pelo governo do Estado, completa 30 anos em janeiro de 2020 e, por isso, precisa ser renovada. Sobre o assunto, Helder Barbalho sinalizou positivamente e se colocou à disposição para novas parcerias com a instituição.

Parque – Com uma área de 5,4 hectares, o Parque Zoobotânico do Museu Goeldi foi fundado em 1895, sendo o mais antigo do Brasil no seu gênero. Além de abrigar uma significativa mostra da fauna e flora amazônicas, é o principal local das atividades educativas da instituição, funcionando como um laboratório para aulas práticas. Recebe anualmente cerca de 400 mil visitantes.

Fortalecimento – Vale lembrar que, em 2017, quando era ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho atuou em Brasília para garantir recursos para a instituição, que seria seriamente afetada por um corte de verbas anunciado pelo então governo federal.

“Posso dizer que já passamos por uma situação mais complicada e que, agora, não estamos mais em uma condição de urgência total. Temos esperanças de dar melhores condições ao nosso público visitante, o que é sempre o nosso principal objetivo. O governo do Estado quer colocar o Goeldi no roteiro do turismo, o que é uma proposta de valorização do Museu para o Estado e nós, imediatamente, nos colocamos à disposição nessa iniciativa”, detalhou a diretora.

Museu – Fundado em 1866, o Goeldi tem suas atividades centradas, principalmente, no estudo científico dos sistemas naturais e socioculturais da Amazônia, bem como, na divulgação de conhecimentos e acervos relacionados à região.

Por Elck Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial