Em grampo telefônico, Lula falou em “dar um jeito no Moro” - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

quarta-feira, 29 de maio de 2019

Em grampo telefônico, Lula falou em “dar um jeito no Moro”

O ex-presidente Lula foi descoberto em mais de uma ligação telefônica interceptada pela Polícia Federal ameaçando o juiz Sérgio Moro.

Em uma das gravações, com o deputado do PT Wadih Damous, Lula defendeu que os deputados do PT deveriam “achincalhar” o juiz Sergio Moro e toda a equipe da Operação Lava Jato, porque eles “têm que ter medo” e “preocupação”.

Leia um trecho da conversa telefônica:

Lula: E.. e.. e eu tô botando muita fé de que se a nossa bancada tiver animada ela pode fazer a diferença nesse processo com o Moro, com Lava Jato, com qualquer coisa, sabe?

Wadih: A bancada tá outra bancada.

Lula: Eu acho que eles têm que ter em conta o seguinte, bixo, eles têm que ter medo.

Wadih: Aham.

Lula: Eles têm que ter preocupação. Um filho da p. desses qualquer que fala merda, ele tem que dormir sabendo que no dia seguinte vai ter dez deputados na casa dele enchendo o saco, no escritório dele enchendo o saco, vai ter uma representação no Supremo Tribunal Federal, vai ter qualquer coisa.

Lula: Vai ter dez discursos na câmara contra ele, vai citar o nome dele, sabe? Se não parar com esse negócio de que eles tão acima do bem e do mal.

Wadih: É isso mesmo.

Lula: Sabe? Se um filho da p. desses qualquer pode pegar [ininteligível] sabe? E achincalhar, porque a gente não pode achincalhar.

Em outra gravação divulgada pelo Jornalista Ricardo Noblat do Jornal O GLOBO, o ex-presidente deixa clara uma ameaça contra a vida de Sérgio Moro, que seria praticada por um “cara disposto a tudo” para dar um jeito no juiz.

No áudio poderia ser ouvido o seguinte diálogo:

“Sabe o (sic) Bala de Prata?”

“hum”

“Ele poderia ser usado contra o Juiz lá de Curitiba”

“Ele (bala de prata) é capaz de tudo”.

Sergio Moro, foi orientado pela Polícia Federal para reforçar a sua segurança pessoal e a de seus familiares.

Moro não quis se pronunciar sobre o assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial