Afinal, Tacacá é calórico ou não? - JORNAL PASSAPORTE

ULTIMAS

quinta-feira, 2 de maio de 2019

Afinal, Tacacá é calórico ou não?

É comum, senão, unânime, meus pacientes perguntarem: “Diego, mas e o tacacá, ele engorda?” Pra começo de conversa é bom desmistificar que alimento x ou y engorda, pois na verdade quem vai aumentar a massa corporal não é o alimento, mas sim o seu consumo em excesso. Porém, modificando e adequando a pergunta para “Diego, mas e o tacacá, ele é calórico?” Vos respondo.

Pois bem, a primeiro olhar e pelo senso comum pode até parecer que sim, já que ele é carregado de goma e camarão. Entretanto, nunca - EU DISSE NUNCA – tome como referência algo que tenha apenas opinião no que diz respeito à nutrição. É necessário ter fundamentação científica!
Na pesquisa “Capacidade média da cuia e o valor nutritivo do Tacacá comercializado em Belém-Pará”, realizada, ainda em 2006, na UFPA pelos nutricionistas Joel Furtado e Lidiane Pimenta, sob a orientação do Nutricionista Dr. Francisco Nascimento, comprovaram que o tacacá comercializado em Belém tem, em média, 123,09 Kcal o que é considerado um baixo teor calórico para seu volume que gira entorno de 544 mL.
Dos componentes do tacacá, o mais calórico é a goma com 39,75 Kcal em média, seguida de perto pelo camarão com 39,37 Kcal. O menos calórico é o jambu, com apenas 14,83 Kcal, enquanto o tucupi fica com 29,14 Kcal.O peso médio do Tacacá encontrado na pesquisa foi de 569,5g: desta massa, 17,1g são de carboidratos, 10,19g são de proteínas e 1,9g de lipídeos.
Portanto, o tacacá além de ser um alimento que demarca a identidade cultural do paraense é também um alimento saudável e pode ser consumido sem aquele terror imposto pela contagem de calorias, mas com cuidado para quem trata diabetes e hipertensão. É comida de verdade, é alimento, é cultural e é saudável!
Para maiores informações e cuidados com a alimentação procure sempre um nutricionista. E para ler a pesquisa, você pode ir até a biblioteca do Instituto de Ciências da Saúde da UFPA que ela se encontra disponível para leitura.

Um grande viva ao Pará!

Foto: Reprodução Facebook
Fonte:Saúde,Alimentos e Nutrição


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial