ÚLTIMAS NOTÍCIAS

TV Cultura exibe trajetória de Toni Soares em documentário

Nesta sexta-feira (21), às 17h30, a TV Cultura do Pará exibe o documentário "Caminhando com Toni Benedito Soares". A produção da Cultura Rede de Comunicação aborda a trajetória artística do cantor e compositor paraense sob o olhar do jornalista Felipe Cortez. O documentário foi lançado no último dia 14 de dezembro durante o 1º Festival Curta Bragança, realizado na cidade bragantina. 

O documentário tem como ponto de partida a relação de Toni Soares com a cena cultural de uma Belém dos anos 80, apresentando seu envolvimento com grupos teatrais e experimentos cinematográficos. A produção rememora a passagem do artista por um dos grupos mais emblemáticos da música paraense: o Arraial do Pavulagem. Neste movimento, o filme também resgata a relação do músico com o reggae, ritmo do qual foi um grande divulgador por meio do programa radiofônico Sunsplash Radio Reggae, na Rádio Cultura FM, na qual o bragantino também realizou importante trabalho de registro e cartografia de grupos musicais no interior do Pará. 

“Todas essas vivências musicais evidenciam um devir criador em movimento constante e inquieto, que marca o próprio retorno do músico a sua cidade Natal, Bragança”, detalha o jornalista Felipe Cortez, diretor do documentário, que tem produção de Moana Mendes e Maicon Gomes, com direção de fotografia de André Mardock. 

O documentário de 58 minutos e apresenta depoimentos, encontros, performances e uma diversidade de imagens de arquivo. Parte do filme foi gravado ano passado no município de Bragança, nordeste paraense, terra natal de Toni. Por lá, foi realizado um pequeno show na Igreja de São Benedito, reduto da Marujada e referência religiosa da cidade. A ideia foi resgatar a musicalidade do artista e a sua relação com São Benedito, padroeiro do município. Na produção também há registros da gravação do DVD de 30 anos de carreira do artista, realizado ano passado, em Belém. 

“O diretor da TV Cultura do Pará, Tim Penner, nos propôs contar a história do músico por meio das imagens da emissora. O que é interessante por que a carreira musical do Toni e a própria TV Cultura se atravessam e possuem, ambas, pouco mais de 30 anos”,  Os registros de arquivo são compostos por matérias jornalísticas, programas artísticos e videoclipes produzidos ao longo de três décadas e que foram catalogados pela pesquisa da equipe do documentário", explica Felipe Cortez.

Nascido na cidade de Bragança, Toni tem inspiração nas folias, ladainhas, batuques de boi-bumbá e cordões de pássaros – tudo isso somado ao retumbão da Marujada de São Benedito, festividade mais tradicional da cidade que é a maior fonte de sonoridade dele. Toni é um incansável pesquisador de timbre e nessa busca acabou criando seu próprio instrumento a Banjola, que é uma espécie de banjo com braço de violão de 12 cordas tocado com arco de rabeca.  

"Não tinha a dimensão de quanto sou querido em Bragança, que é minha terra natal. Quando gravamos o mini-show por lá me senti muito emocionado. Foi legal ver as pessoas cantando as minhas composições e calhamando meu nome. Eu quis demonstrar também toda a minha religiosidade e respeito a São Benedito, sou muito grato a ele. Sou muito grato a TV Cultura também", finaliza Toni Soares, que atualmente trabalha como arte-educador na rede pública de ensino de Bragança.  

Serviço: Exibição do documentário "Caminhando com Toni Benedito Soares", nesta sexta-feira (21), às 17h30, na TV Cultura do Pará.

Por Bruno Magno

Nenhum comentário