ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Brasil é convidado de honra do Fórum Global de Economia do Turismo 2019

Representantes dos países participantes no encerramento do Fórum Global de Economia do Turismo 2018. Foto: Divulgação GTEF 2018
Edição 2019 do Global Tourism Economy Forum, na China, terá dois países sulamericanos em destaque: Brasil e Argentina
O Brasil assumiu  em solenidade com líderes mundiais de turismo em Macau (China), a cadeira de país convidado de honra do Fórum Global de Economia do Turismo 2019 (GTEF, na sigla em inglês), que será realizado de 22 a 24 de outubro do próximo ano. O chefe de Relações Internacionais do Ministério do Turismo, Rafael Luisi, representou o País na solenidade de encerramento da edição 2018 do evento.

O Brasil divide o posto de destaque do fórum de 2019 com a Argentina. Juntos, os países sul-americanos sucedem uma das mais vibrantes economias do mundo, a União Europeia, convidada de honra da edição 2018 do evento. “É nosso compromisso estreitar, por meio do turismo, ainda mais os laços com o maior parceiro comercial do Brasil: a China. A cadeira de país convidado da próxima edição é mais que uma honra, é uma grande responsabilidade”, ressaltou Rafael Luisi.

O momento simboliza o fortalecimento das relações bilaterais no turismo entre Brasil e China. Em reunião com a secretária geral do GTEF, Pansy Ho, para tratar da participação do Brasil no GTEF 2019 em parceria com a Argentina, a líder afirmou que pretende fazer uma visita aos dois países, em abril do próximo ano, com um grupo de empresários e líderes do mercado de viagens chinês. “Pansy Ho considera o Brasil uma nação que tem muito a crescer com suas relações com a China e em especial com Macau, devido ao compartilhamento da língua portuguesa”, destacou Luisi.

O fórum é um influenciador de alto nível para a cooperação mundial em turismo. “O governo brasileiro entende que estar presente e fazer negócios com o maior emissor de turistas do mundo é uma medida extremamente estratégica para consolidar a nossa parceria e ampliar a presença dos viajantes asiáticos no turismo sulamericano”, disse o representante do Brasil.

A participação no evento reforça a meta do Brasil de entrar de vez no mercado de Viagens da China, que movimenta US$ 250 bilhões anualmente na economia mundial. Hoje, dos mais de 130 milhões de chineses que viajam pelo mundo todo ano, pouco mais de 60 mil escolhem o Brasil como destino, tendo como principais motivações o turismo de negócios e o ecoturismo.

Por Geraldo Gurgel

Nenhum comentário