Últimas Notícias

Dez Destinos de Férias com Temperaturas Frias para Pessoas que Odeiam o Calor

/private/var/mobile/Containers/Data/Application/1112A79F-B906-4B44-8EFD-D20C0F5B0CE2/tmp/WebArchiveCopyPasteTempFiles/Geirangerf.jpg
Dez Destinos de Férias com Temperaturas Frias para Pessoas que Odeiam o Calor
Saiba mais aqui:

Sempre que se fala de férias e destinos para descansar a primeira imagem que vem às nossas mentes é um local com praia de areia branca e fina, um guarda sol, bebidas refrescantes.  Porém, existe um grande número de pessoas ao redor do mundo que pensam de maneira um pouco diferente e é para este nicho que pensamos está coluna.

É claro que existem muitos destinos do mundo que se encaixam neste perfil e não daria para listarmos todos. Deixaremos para futuras colunas tocar em outros destinos possíveis, além dos citados hoje aqui.

Então, se você considera que férias perfeitas não incluem queimaduras e suar durante o seu tempo na praia, considere estes 10 destinos de férias com temperaturas frescas/frias. Realmente, você não precisa levar seus óculos escuros nas férias!

Melhores Destinos Turísticos com Baixas Temperaturas
Da Noruega até a Rússia, ou mais destinos próximos, veja a seguir veja onde ir quando o clima esquenta.


1.Geinrangerfjord, Noruega

Geinrangerfjord, uma joia protegida pela UNESCO, localizado na região dos fiordes no norte da Noruega, possui altas elevações e paredes de cânions verticais que o protegem do sol. É um dos grandes destinos de temperaturas baixas para a pratica do caiaque e para realizar caminhadas nas trilhas do fiorde – sob os típicos céus nórdicos.

Onde ficar: o Hotel Union Geiranger lhe premiará com vistas espetaculares do fiorde.


2.Cannon Beach, Oregon – EUA
Com uma temperatura média de 12ºC o ano todo, a temperatura fresca perpétua em Cannon Beach é perfeita para aqueles que preferem jeans e mangas compridas o ano todo. Esta cidade acolhedora é cheia de lojas de proprietários locais (incluindo as galerias de arte), restaurantes e cafés.

Passeie pelo Parque Estadual Ecola, com paisagens da costa rochosa e Terribly Till, o farol de Tillamook Head. Não perca o jardim marinho próximo de Haystack Rock durante a maré baixa cheio de anêmonas e estrelas do mar – ou observe os famosos papagaios que migram na primavera. Também observe a migração das baleias, entre Novembro e Março. Nos meses de inverno, fique de olho nos rebanhos de alces que moram na região e que frequentemente passeiam pelas colinas da cidade.

Onde ficar: Reserve um quarto com vista para o mar no Surfsand Resort.


3.O Vale de Barossa, Sul da Austrália

O Vale de Barossa, a capital do vinho da Austrália, é o lar de mais de 600 cultivadores de uva e mais de 1000 vinhedos. É um paraíso para os conhecedores de vinhos e, já que você vai passar muito tempo conhecendo algumas dessas caves, você passará um bom tempo no interior.

Os vinhos tintos da Barossa Shiraz e os frescos Rieslings do Vale do Éden, muito próximo, são constantes ganhadores de medalhas de ouro internacionais. Você poderá ver de perto como se produz o vinho – tendo muitas bebidas ótimas e sem a necessidade de protetor solar.

Onde ficar: O Louise oferece uma variedade de experiências, desde a prova de vinhos com produtores artesanais, até aulas de gastronomia.


4.Manchester, Vermont – EUA

As montanhas Bromley e Stratton se traduzem em dias frescos e cinzentos em Manchester, Vermont – perfeitos para descidas alpinas e as tirolesas na área de diversões de Bromley, no verão. No inverno, esqui, snowboarding e tubing. Além disso há muitas trilhas pelas sombras na Montanha Equinox (a mais alta da cadeia Taconic) e na Long Trail (Trilha Comprida), que fazem parte da trilha das Montanhas Apalaches. Não muito distante, você também encontra a Pesca Esportiva, em Orvis.

Onde ficar: Hospede-se num quarto histórico do Willburton Inn, ou em uma das sete propriedades de férias (que inclui uma mansão de 15 quartos, que acomoda 34 hóspedes – perfeita para grandes reuniões de família).


5. Dublin, Irlanda

As temperaturas frescas e chuva fina é o que fazem com que esta cidade (e toda a Irlanda) sejam tão verdes, sem deixar de mencionar que é um dos melhores destinos da Europa com temperaturas frescas. A cidade tem mais de 1.000 anos de existência e oferece de tudo, desde igrejas históricas a muitos pubs que servem as cervejas Guiness. Porém, caminhando pela cidade é que você conseguirá sentir o calor da cultura e do povo irlandês.

Onde ficar: Considere uma estada no The Clarence, um hotel originalmente do século 19 que foi completamente renovado em 1996 por Bono, do U2, e pelo grupo The Edge. Enquanto visita à cidade, não deixe de ir ao Tea Room, um dos restaurantes mais populares do destino.


6. Seattle, Washington – EUA

As temperaturas moderadas e os dias chuvosos tornam Seattle em um dos melhores destinos frescos e para aqueles que desejam evitar o sol ( e o calor). Entre as opções para fazer temos: trilhas nas montanhas Cascade e Olympic (trilhas para todos níveis de dificuldades), passear pelo litoral com muito pouco sol, a procura de caranguejos e aproveitar para ver orcas no mar, andar de bicicleta na Trilha Burke-Gilman ou pescar trutas no píer.

Onde ficar: O Fairmont Olympic Hotel oferece quartos amplos, que incluem Suites anexas no caso de necessitar – ou desejar – mais espaço. As crianças irão adorar a piscina coberta.


7.São Petersburgo – Rússia

Não é somente a localização mais nórdica de São Petersburgo que torna esta cidade portuária do Mar Báltico um dos destinos mais desejados de férias com temperaturas frescas. Fundada em 1703 pelo Czar Pedro, o Grande, esta cidade do velho mundo é, também, o centro cultural da Rússia. Começando pelo museu Hermitage (um dos maiores museus de arte do mundo, ao Palácio Peterhof, também conhecido como o Palácio de Inverno, e a Fortaleza de Pedro e Paulo, não lhe faltará oportunidades de passeios e visitas.

Onde ficar: Uma sugestão é o Grand Hotel Europe, onde Tchaikovsky passou sua lua de mel, e Dostoyevsky um frequentador regular. Sugerimos uma estadia numa das Suites com vista para a Praça das Artes.


8.Wisconsin Dells, Wisconsin – EUA

Destino onde se encontram mais de 200 cachoeiras de todos os tipos – incluindo quedas radicais, quedas para boias, corredeiras, quedas do tipo “montanha russa”, máquinas de ondas, rios para passeios lentos e áreas para os pequenos – Wisconsin Dells oferece, também, muitos parques cobertos para aqueles que queiram evitar o sol.

Além dos parques aquáticos, o destino oferece muitas atividades “secas”, incluindo boliche e escalada de montanhas. Além disso, com quase 100 restaurantes, as opções para comer são bem diversas – de ostras às pizzas, ou ao tradicional peixe frito local.

Onde ficar: O Great Wolf Lodge Resort não somente possui um grande parque aquático coberto, como também oferece suites amplas e até um spa para as crianças.


9.Yukon, Canadá (no inverno)

É bem verdade que o Yukon pode ter quase 24 horas de sol no verão, mas é exatamente o oposto no inverno – e esse é o momento ideal para sair de trenó puxado pelos cães, pescar no gelo e observar as luzes da Aurora Boreal, em um dos melhores destinos de férias com baixas temperaturas da América do Norte. O Yukon é uma região muito ampla, quase do tamanho do Estado da Califórnia (EUA) e, enquanto aquele estado possui uma população de quase 38 milhões, o Yukon possui não mais de 38 mil, o que garante avistamentos de animais selvagens e de paisagens sensacionais.

Onde ficar: O Westmark Whitehorse Hotel tem uma localização bem central e o seu café da manhã é delicioso.


10.Chicago, Illinois – EUA (no inverno)

A Cidade dos Ventos (Windy City) brilha quando as temperaturas caem. O inverno é o tempo para patinar no Millennial Park com a incrível vista da cidade atrás de você. Veja as luzes e decorações das festas do fim de ano no Lincoln Park Zoo (é grátis, e é considerado um dos melhores zoológicos do país). Se estiver com crianças, visite o Museu das Crianças (Children’s Museum) e o Píer da Marinha (Navy Píer), sem esquecer das compras nas lojas das Magnificent Mile, é claro. 

Onde ficar: O Palmer House é o hotel mais antigo dos Estados Unidos em funcionamento, com Suites espaçosas e comida de altíssima qualidade em seus restaurantes.


Andre Beraha: profissional de do Turismo e atuante há mais de 40 anos, tendo passado a metade desse tempo morando no exterior (EUA, México e República Dominicana). Fluente em 5 idiomas, visitou e atuou em mais de 45 países. Atua como Gestor, Negociador e Promotor estando associado a diversas entidades internacionais, principalmente na área do Turismo de Luxo e de Experiências.




Nenhum comentário