Últimas Notícias

O Agente de Viagens Planejador versus a Internet

O Agente de Viagens Planejador versus a Internet: Por que (e Como) o Agente Planejador sairá vencedor
Estamos no meio de uma transformação digital. Cada vez mais, os viajantes usam a internet para encontrar inspiração e informação sobre viagens. Eles podem, de maneira muito fácil, fazer reservas de voos e de hotéis – e hoje muito mais que antes graças ao Google. Existem aplicativos para buscar meios de transporte, reservar uma mesa de jantar é muito mais. 
Me desculpem a pergunta tão direta a vocês da indústria de viagens, mas eu devo fazê-la:
O Agente de Viagens Planejador está se tornando uma profissão do passado? 
Eu li uma matéria do Colin Nagy na publicação Skift recentemente intitulado "The Modern Concierge Is Too Skilled to Be Made Redundant by Technology" (O Concierge Moderno é Muito Hábil para se Tornar Uma Redundância devido à Tecnologia”, e então eu consegui enxergar a luz. 
Assim como com o Concierge, existem muitas habilidades, serviços e benefícios que os agentes planejadores podem oferecer aos seus clientes que a tecnologia simplesmente não poder suprir. A Tecnologia continua sendo uma ameaça, é verdade, mas é importante que o agente continue a realizar um processo de refino de suas habilidades para continuar relevante. Na luta contra a tecnologia, aqui estão os seus pontos fortes. Este é o momento para flexionar e desenvolver esses músculos!
Amigos nos lugares certos.
Você possui relacionamentos com os destinos, com atrações é muito mais do que qualquer passageiro médio possui. Isso lhe traz benefícios – tal como um bom desconto ou serviço especial numa atração, ou mesmo uma visita guiada “pelos bastidores” – que o viajante individual ou o aplicativo nem sonharia em oferecer. 
Continue desenvolvendo esses relacionamentos. Frequente feiras de turismo. Realize networking. Anuncie. Contate seus amigos do TRADE e ajudem-se uns aos outros.
Conhecimento sobre a indústria e cultural.
Os viajantes devem ser capazes de pesquisar onde eles desejam viajar e o que eles desejam ver. Mas, se eles não forem viajantes com experiência e já tenham visitado um determinado destino, eles não possuem
o conhecimento sobre a indústria ou saberão apreciar culturalmente esse destino, o que lhes trará a melhor experiência possível. 
Você, AGENTE, tem a capacidade de criar roteiros incríveis que congregam as melhores atividades com os melhores horários. VOCÊ sabe quais são as atrações que os viajantes devem ver primeiro para ajudá-los gerar informações para o remanescente do seus passeios. VOCÊ é quem sabe o melhor momento é atração para que seus viajantes devam concluir a viagem. VOCÊ conhece quais são os momentos que seus clientes devem ver as atrações esperadas, em quais sequências, para que essa experiência se torne algo inesquecível. 
Continue utilizando as suas fontes. Pesquise mais sobre os destinos e atrações. Procure receber publicações especializadas sobre a indústria para que isso lhe traga uma vantagem em relação aos outros. 
Experimente o inesperado.
Viagens sempre são acompanhadas por uma porção de possíveis imprevistos – voos cancelados, transito, atrações fechadas e muito mais. Muitas vezes teremos que chamar a TROPA de CHOQUE para ajudar. 
A Siri, dos iPhones, poderá separar uma grande variedade de temas da Internet em o que fazer num “acidente de percurso” durante a viagem. Mas, convenhamos, a Siri não entra em ação por seu passageiro!
MAS VOCÊ, SIM! Você possui a experiência para manter os roteiros funcionando, os contatos para mantê-los alimentamos e abrigados. E o mais importante: os rápidos reflexos para mantê-los a salvo.
Como Agentes Planejadores Profissionais, vocês podem oferecer aos seus passageiros o que a tecnologia não consegue: uma garantia da melhor experiência de viagem possível. 
Mas, convenhamos, vocês não precisam me convencer disso. Convençam os seus clientes.

Fonte: escrito por Cassie Westrate, para  a publicação Groups Today.

Andre Beraha: profissional de do Turismo e atuante há mais de 40 anos, tendo passado a metade desse tempo morando no exterior (EUA, México e República Dominicana). Fluente em 5 idiomas, visitou e atuou em mais de 45 países. Atua como Gestor, Negociador e Promotor estando associado a diversas entidades internacionais, principalmente na área do Turismo de Luxo e de Experiências.
Foto:ACONTECE   


Nenhum comentário